O mistério da quinta dos horrores. Ninguém se entende sobre o culpado
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

29 nov 2019 às 17:48 hs
O mistério da quinta dos horrores. Ninguém se entende sobre o culpado

O mistério da quinta dos horrores. Ninguém se entende sobre o culpado

Os filhos de um homem detido por suspeitas de ter mantido em cativeiro a família, num quarto secreto no interior de uma quinta na Holanda, durante nove anos não estão de acordo sobre a investigação iniciada pela polícia.

Os quatro mais velhos dos nove filhos de Gerrit Jan van D apoiam a detenção do progenitor, mas, os cinco mais novos não concordam com o trabalho das autoridades.

Segundo a BBC, o homem é acusado de agressão sexual depois de as autoridades terem encontrado, em outubro, seis crianças a viverem em reclusão numa quinta, perto da cidade de Ruinerwold.

O mistério da quinta dos horrores. Ninguém se entende sobre o culpado

O caso foi revelado depois de um dos filhos de Gerrit, de 25 anos, ter entrado num bar daquela região a pedir ajuda. O homem acabou por ser detido no dia 18 de outubro, poucas horas depois de um outro cidadão de nacionalidade austríaca, que seria o proprietário do terreno, ter sido também detido.

A polícia acredita que os dois atuaram em conjunto e que os filhos de Gerrit estavam no local contra a sua vontade. Na quarta-feira, as autoridades, através das análises de ADN, confirmaram que Gerrit é o pai das seis crianças encontradas a viver na quinta, que também partilham a mesma mãe, que morreu em 2004.DESCOBERTA FAMÍLIA QUE VIVIA HÁ ANOS NUMA CAVE À ESPERA “DO FIM DOS TEMPOS”VER MAIS

Há suspeitas de que o homem tenha abusado de duas das crianças mais velhas, que conseguiram deixar a quinta antes de a família ter abandonado por completo a sociedade para viver em reclusão. Sobre o homem, recaem ainda suspeitas de lavagem de dinheiro e privação do estado de liberdade.

Autoridades foram alertadas por um dos filhos do suspeito que fugiu e pediu ajuda num bar
Autoridades foram alertadas por um dos filhos do suspeito que fugiu e pediu ajuda num barFoto: EPA

Os dois vão permanecer detidos até serem ouvidos em tribunal no próximo dia 21 de janeiro.

O que disseram os filhos?

De acordo com a BBC, os nove filhos apresentaram versões diferentes quando foram ouvidas pela polícia. Os quatro mais velhos emitiram mesmo uma declaração dando conta de que apoiam as ações da polícia. O mistério associado ao que aconteceu na quinta, e a suposta ligação a um culto, fez com que o caso se tornasse alvo de atenção no país.

Os quatro decidiram, assim, reagir para evitar que começassem a circular informações erradas sobre o que verdadeiramente se passou ao longo dos vários anos naquela quinta. “Queremos esclarecer tudo, para conseguirmos prosseguir com as nossas vidas”. Na agenda poderá mesmo estar a realização de um documentário, pela Dutch TV, que vai retratar o que aconteceu ao longo dos últimos anos.

Porém, e para surpresa de quem acompanha o caso, os cinco mais novos não estão de acordo com a investigação iniciada. “Temos uma experiência diferente da dos nossos quatro irmãos mais velhos”, pode ler-se numa declaração a que a BBC teve acesso. “Não precisamos de retomar as nossas vidas, porque o objetivo mantém-se. Nada mudou, apenas o ambiente”, afirmaram.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: