TSE barra candidatura de Alcides Bernal a deputado federal

Correio do Pantanal

4 out 2018 às 06:53 hs
TSE barra candidatura de Alcides Bernal a deputado federal

Candidato deve recorrer a decisão no STF (Supremo Tribunal Federal)

Adriano Fernandes
Alcides Bernal em entrevista ao Campo Grande News. (Foto: Arquivo)
Alcides Bernal em entrevista ao Campo Grande News. (Foto: Arquivo)

Por 5 votos a 2, os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) indeferiram, na noite desta quarta-feira (03) a candidatura do ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), a deputado federal nas eleições deste ano.

O TSE acatou ao recurso interposto pela Coligação Amor, Trabalho e Fé, encabeçada pelo MDB, depois que a Procuradoria Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, deu parecer favorável a Bernal, no pedido de impugação feito pelo partido.

O MDB pediu a impugnação da candidatura de Bernal, alegando que por ele ter sido cassado em 2014, quando ainda era prefeito da Capital, ainda estaria inelegível.

“Surpreende que a Procuradoria de MS não tenha acatado ao pedido antes, deixando a decisão para Brasília. Mas já estávamos confiantes, acreditávamos na nossa tese de que com a cassação pela Câmara, ainda havia a inegibilidade”, pontuou o advogado Valeriano Fontoura, do MDB.

À reportagem, Alcides Bernal adiantou que vai recorrer a decisão e que está tranquilo. “O MDB demonstra claramente que não quer que eu me candidate, mas acho que essa disputa deveria ser definida nas urnas. Mas eu estou tranquilo, vou recorrer a decisão e se necessário ao STF (Superior Tribunal Federal) e a minha candidatura, assim como eleiçõesvão ocorrer normalmente”, comentou. Bernal informou que esta em campanha no interior do Estado.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.