Dois homossexuais condenados a 15 anos de prisão na Zâmbia
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

28 nov 2019 às 23:23 hs
Dois homossexuais condenados a 15 anos de prisão na Zâmbia
Dois homossexuais condenados a 15 anos de prisão na Zâmbia
Foto: REUTERS/Arquivo

Dois homossexuais condenados a 15 anos de prisão na Zâmbia

Dois homossexuais foram esta quinta-feira condenados a 15 anos de prisão na Zâmbia, país que tem uma legislação conservadora e repressiva contra a homossexualidade.

Segundo a comunicação social local, dois homens foram detidos no distrito de Kapiri Mposhi, a norte da capital zambiana, Lusaca, em 2017, acusados de praticarem atos sexuais.

No ano passado, os dois homens já tinham sido condenados a penas de prisão por “cometerem atos contranatura”, com base no testemunho de um funcionário de um hotel que alegou tê-los visto a praticarem atos sexuais através de uma janela.

Os acusados recorreram da decisão e foram condenados, novamente, por um tribunal na localidade de Kbawe, no centro do país.

“É bárbaro isolar as pessoas que violaram uma norma social e impor-lhes uma pesada pena de prisão, enquanto os chamados criminosos políticos destroem este país e se deslocam livremente”, afirmou o ativista dos direitos humanos Brebner Changala, citado pela agência France-Presse.

O presidente da Zâmbia, Edgar Lungu, é um forte opositor dos direitos dos homossexuais, apesar da pressão exercida pelos países que assistem esta nação da África Austral.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: