Governo anuncia troca no comando do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

4 nov 2019 às 16:51 hs
Governo anuncia troca no comando do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul

CONJUNTURA ONLINE

Governo vai promover a troca de comando do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (Foto: Osvaldo Nóbrega/TV Morena)

A secretaria estadual de Saúde deve publicar no Diário Oficial desta segunda-feira (3) a troca do comando do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul).

Segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, a médica Rosana leite, cirurgiã de cabeça e pescoço, funcionária concursada da instituição e professora do curso de medicina da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) assume o cargo de diretora-presidente, no lugar de Márcio Eduardo de Souza Pereira.

Além do diretor-presidente, também será substituído o diretor técnico do HRMS. A médica intensivista Patricia Rubini, vai assumir o cargo em substituição a Fernando Goldoni. Goldoni e Pereira haviam assumido a gestão do hospital em janeiro deste ano.

Nesta semana o juiz David de Oliveira Gomes Filhos, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande encaminhou ao Ministério Público Estadual (MP-MS) pedido para que o órgão investigue se há responsabilidade dos administradores públicos do Hospital Regional nas esferas da improbidade administrativa e na penal por 1.140 mortes registradas na instituição entre 1º de fevereiro de 2019 e 14 de outubro de 2019.

O pedido do juiz foi feito em uma ação civil pública impetrada pelo MP-MS contra o governo do estado e a Funsau (Fundação de Saúde de Mato Grosso do Sul), entidade que administra o hospital, em agosto deste ano, apontando que existiriam graves irregularidades em serviços como a cardiologia, hemodinâmica e biópsia, e que apesar de habilitada a instituição não estaria prestando serviços de alta complexidade e que pacientes com problemas cardíacos, por exemplo, estariam aguardando cirurgias por mais de um mês, com “flagrante risco para suas vidas”.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: