Bolsonaro vai ser de novo operado a hérnia
  • Projetando

Correio do Pantanal

11 set 2019 às 05:32 hs
Bolsonaro vai ser de novo operado a hérnia

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, será submetido a uma nova cirurgia para tratar uma hérnia, no próximo domingo, depois de ter sido esfaqueado há um ano, durante a campanha eleitoral, disseram os seus médicos.

© REUTERS/Adriano Machado

Omédico presidencial, Ricardo Peixoto Camarinha, disse este domingo, em comunicado, que Bolsonaro “foi avaliado clinicamente e passará por uma cirurgia de correção de hérnia de incisão, que surgiu como resultado de intervenções cirúrgicas realizadas anteriormente”.

O Presidente brasileiro usou a sua conta pessoal na rede social Twitter para anunciar que vai ser hospitalizado em breve, divulgando uma fotografia junto aos médicos Antonio Luiz Macedo e Leandro Echenique, que o examinaram no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

“(Estou) agora em São Paulo com os médicos Macedo e Leandro. Então, tudo indica que vou passar alguns dias de férias com eles brevemente”, escreveu o chefe de Estado, que regressou hoje à capital, Brasília, depois de participar numa cerimónia religiosa no Templo de Salomão, a maior igreja evangélica da América Latina.

Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.SUBSCREVER

O médico presidencial explicou que Bolsonaro está de boa saúde e que, após a operação, deverá necessitar de cerca de 10 dias para recuperar.

O hospital de Vila Nova Star, em São Paulo, informou que a operação deverá ocorrer no próximo domingo, dia 08 de setembro.

Assim, Jair Bolsonaro ainda poderá participar na cimeira de países amazónicos, em Letícia (na fronteira entre a Colômbia, o Peru e o Brasil), na próxima sexta-feira, para discutir o impacto dos incêndios naquele que é considerado o “pulmão do mundo”.

Bolsonaro foi esfaqueado no abdómen, em setembro de 2018, quando participava num comício de campanha.

O homem que o esfaqueou, Adélio Bispo de Oliveira, foi absolvido por um juiz que considerou que autor do ataque tinha problemas mentais, ordenando que fosse mantido indefinidamente num hospital psiquiátrico.

PARTILHAR

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: