Vai ter filhas gémeas siamesas que nunca vão poder ser separadas

Correio do Pantanal

8 fev 2018 às 07:54 hs
Vai ter filhas gémeas siamesas que nunca vão poder ser separadas

Bebés partilham coração e fígado. Médicos questionam a qualidade de vida futura das crianças.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fuschia Gaskin tem 26 anos Direitos Reservados 510 0 Fuschia Gaskin e o marido, Quincy, ficaram eufóricos com a notícia que seriam pais pela segunda vez. A felicidade depressa deu lugar ao temor porque as bebés Lailani e Iyana, entre outras más formações, têm o mesmo coração e fígado. Ainda assim, a mãe das gémeas está expectante com o nascimento das filhas que acontecerá no próximo mês em New Jersey, e não hesitou em levar a gravidez até ao fim. Os médicos estão receosos receosos quanto à qualidade da vida futura das crianças. Em novembro, a funcionária administrativa descobriu que estava grávida de gémeas. Os médicos detetaram algumas deformações nos fetos e pediram exames mais detalhados que concluíram que as gémeas têm vários problemas de saúde. As crianças partilham o fígado e o coração (condição que apenas afeta 1 em cada 200.000 bebés), e nunca vão poder ser separadas. Iyana possui um lábio leporino (fenda labial e do palato causada por anomalia congénita) e uma deformação no coração que altera a organização das cavidades do órgão. Os médicos receiam que a qualidade da vida das meninas possa ser reduzida devido às anomalias que já apresentam antes do nascimento. O parto será feito no próximo mês através de cesariana mas, devido à ligação das bebés, será necessário fazer um corte vertical para além da tradicional incisão horizontal. As siamesas terão de permanecer vários meses no hospital para realizar todas as cirurgias necessárias para garantir a sua sobrevivência.  Os pais veem o nascimento das filhas como uma bênção: “Dizem que acontece uma em 200.000 vezes. Nós tivemos sorte”.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: