Rússia mobiliza forças de reserva para a fronteira

Correio do Pantanal

9 jul 2022 às 20:58 hs
Rússia mobiliza forças de reserva para a fronteira

1 / 2MOSTRAR LEGENDA

Os Estados Unidos anunciaram hoje um novo pacote de ajuda militar à Ucrânia de 400 milhões de dólares (cerca de 393 milhões de euros), com armas de “maior capacidade precisão”. A Rússia está a mobilizar forças de reserva de todo o país para junto da fronteira.

O secretário de estado norte-americano Antony Blinken sublinhou o “compromisso firme do seu país para com o povo da Ucrânia”, ao mesmo tempo que anunciou mais 400 milhões de dólares (393 milhões de euros) em ajuda adicional, nomeadamente, armas e equipamentosx

.@POTUS announced an additional $400 million in U.S. arms, equipment, and supplies to help Ukraine defend itself against Russia’s brutal war of choice. We stand with Ukraine and its brave defenders. #UnitedWithUkraine— Secretary Antony Blinken (@SecBlinken) July 9, 2022

09 jul20:45há 8 minutosPorSandra Alves

Bombardeamentos fazem cinco mortos


Foto: Miguel Medina / AFP

Pelo menos cinco pessoas morreram no sábado, e sete outras ficaram feridas, por novos bombardeamentos russos na região oriental de Donetsk.

Um ataque com mísseis em Druzkivka, no norte de Donetsk, destruiu um supermercado.09 jul13:46há 7 horasPorSandra Alves

Zelensky demite vários embaixadores

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, demitiu vários embaixadores ucranianos.

Num decreto no qual não refere os motivos desta decisão, é anunciada a saída de funções dos embaixadores na Alemanha, Índia, República Checa, Noruega e Hungria.09 jul12:10há 8 horasPorJN/Agências

Rússia intensifica ataques no Donetsk e Kiev teme novas ações

O Exército russo intensificou hoje os bombardeamentos na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, e está a preparar “novas ações”, segundo as autoridades ucranianas, enquanto Washington pede a Pequim a condenação da invasão.

“Os olhos de todos os movimentos e regimes políticos agressivos do mundo dirigem-se para o que a Rússia está a fazer connosco”, escreveu o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, no Instagram, quando o Departamento de Estado norte-americano pediu, de novo, à China uma condenação formal da invasão ucraniana.09 jul09:08há 11 horas

Rússia acusa EUA de “inventar histórias” para justificar fracassos

A Rússia acusou hoje o secretário de Estado norte-americano, Anthony Blinken, de “inventar histórias” sobre o isolamento do seu homólogo russo, Serguei Lavrov, na reunião do G20 na Indonésia para “justificar o seu próprio fracasso”.

Em resposta a declarações de Blinken sobre o isolamento de Lavrov no G20, a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, disse que Blinken tentou pedir aos seus homólogos que isolassem a Rússia.

“Disseram-nos como você pessoalmente pede a todos para ‘isolar’ a Rússia e todos se riem de si, sabendo que a atual administração [do Presidente Joe Biden] está condenada a um fim inglório”, escreveu Zakharova na rede social Telegram, citada pela agência russa TASS.09 jul07:00há 13 horas

Rússia reivindica destruição de obuses norte-americanos em Donetsk

A Rússia reivindicou hoje ter destruído um “hangar” onde se encontravam obuses norte-americanos e eliminado 30 militares ucranianos que estavam a bombardear áreas residenciais de Donetsk, no leste da Ucrânia.

A operação ocorreu na localidade de Chasov Yar, na região de Donetsk, e envolveu uma “arma de alta precisão das Forças Aeroespaciais russas”, disse o porta-voz do comando militar russo, tenente-general Igor Konashenov, citado pelas agências russa TASS e espanhola EFE.09 jul05:41há 15 horasPorJN/Agências

Recrutas do exército ucraniano já treinam no Reino Unido

O primeiro grupo de até 10 mil recrutas militares ucranianos inexperientes que devem treinar na Grã-Bretanha nos próximos meses começou os exercícios, anunciou o Ministério da Defesa hoje.

O novo programa liderado pelos britânicos envolve 1.050 militares do Reino Unido que vão treinar os voluntários ucranianos, que têm pouca ou nenhuma experiência militar. O curso intensivo abrange o manuseamento de armas, primeiros socorros no campo de batalha, técnicas de campo, táticas de patrulha e as leis em torno de conflitos armados.09 jul04:58há 15 horasPorJoana Almeida Silva

Forças de reserva russas mobilizadas para futura ofensiva

O Ministério da Defesa britânico publicou no Twitter uma nota a dar conta que a Rússia está a mobilizar forças de reserva de todo o país e a enviá-las para a fronteira com a Ucrânia para preparar uma futura ofensiva.

De acordo com os dados recolhidos pelos serviços de inteligência ingleses, grande parte dessas unidades estão a ser transportadas em blindados MT-LB, agora recuperados, depois de terem sido considerados “inadequados para o transporte de infantaria”.https://platform.twitter.com/embed/Tweet.html?

EUA anunciam novo pacote de ajuda militar a Kiev de cerca de 393 ME

Os Estados Unidos anunciaram hoje um novo pacote de ajuda militar à Ucrânia de 400 milhões de dólares (cerca de 393 milhões de euros), com armas de “maior capacidade de precisão”.

Um alto funcionário do Departamento de Defesa norte-americana explicou que o novo pacote contém quatro Sistemas de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade (HIMARS, na sigla em inglês) e munições para esses projéteis de longo alcance.

Este tipo de armamento, disse, “está a ser muito importante e eficaz para ajudar a Ucrânia” quando se trata de combater a artilharia russa no Donbass e com o novo HIMARS hoje anunciado, Kiev terá um total de 12 sistemas desse tipo.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.