Reeducandos do Estabelecimento Penal começam trabalhar na limpeza pública de Coxim

Correio do Pantanal

9 nov 2021 às 22:17 hs
Reeducandos do Estabelecimento Penal começam trabalhar na limpeza pública de Coxim

Sheila ForatoImprimirFoto: Augusto Marques/PMC

Os reeducandos do sistema prisional de Coxim iniciaram a limpeza da cidade na manhã desta segunda-feira (8). O trabalho está sendo executado por 20 homens e começou pela Praça Poliesportiva, no bairro Flávio Garcia, e na Escola Estadual Semíramis da Rocha, localizada na Vila São Paulo.Foto: Augusto Marques/PMC

O serviço prestado pelos reenducandos é resultado de um convênio firmado em julho pela Prefeitura e Agepen (Agência Estadual de Administração Penitenciária), por intermédio da Vara de Execução Penal de Coxim.

O prefeito Edilson Magro (DEM) fez questão de acompanhar o início da limpeza e comentou que desde quando foi vice-prefeito (2013 a 2016) tentava colocar o projeto em prática. Pouco tempo depois, ele apresentou a proposta no palanque, durante a campanha eleitoral, celebrando o convênio após eleito.

A lei de número 1.870/2021, que usa a mão de obra dos reeducandos do sistema prisional de Coxim, foi proposta pelos vereadores Abílio Vaneli e Marly Nogueira, ambos do PT. Ela estabelece a contratação de 20 reeducandos para a prestação de serviços para o município. Cada reeducando receberá um salário mínimo, mas não terá vínculo empregatício. Outro benefício é a remissão da pena, além da oportunidade de reinserção social.

Com informações da assessoria

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.