Pró Pantanal oferece consultoria em turismo para empresários da região Norte
  • piramide

Correio do Pantanal

27 abr 2022 às 09:07 hs
Pró Pantanal oferece consultoria em turismo para empresários da região Norte

COXIM AGORA

Foto: Divulgação

Empresários do segmento de turismo em Sonora, Coxim e Rio Verde de Mato Grosso já podem se inscrever para a consultoria gratuita “Formatação de Produtos Turísticos”. A iniciativa é ofertada pelo Sebrae/MS, por meio do Pró Pantanal – Programa de Apoio à Recuperação Econômica do Bioma. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas até 28 de abril pelo aplicativo WhatsApp, no contato (67) 3291-0704.

Nesta ação, o programa Pró Pantanal contempla os atrativos turísticos localizados na região Norte do Estado, visando a capacitação e inserção de inovação nesse setor. Os participantes terão a oportunidade de se especializar em ofertar uma experiência diferenciada para turistas e aumentar sua atuação no trade turístico. A consultoria será realizada ao longo de cinco meses, com o diagnóstico para ações de curto, médio e longo prazo; formatação de produtos turísticos, uso da inovação na empresa e a divulgação em ambiente digital.

A gerente da Regional Norte do Sebrae/MS, Luzicarla Softov, reforça que a ação vai permitir aproveitar o potencial que atrativos turísticos têm na região. “Quem quiser formatar um produto turístico, nós teremos como dar suporte. As propriedades rurais, por exemplo, podem ser transformadas em atrativos. Temos bastante potencial. Nosso objetivo é formatar os produtos turísticos para colocar nas prateleiras das agências, além de pensar nas inovações que podem ser inseridas nos negócios que já estão consolidados.”

Segundo o Ministério do Turismo, os atrativos turísticos podem ser naturais, culturais, manifestações e usos tradicionais e populares, realizações técnicas e científicas contemporâneas e acontecimentos programados. Esses atrativos correspondem ao principal produto turístico de uma região, pois são o elemento que atraem a atenção do turista e geram em torno dele a atividade de outros setores, como restaurantes, pousadas, entre outros.

O trabalho especializado no segmento ainda vai potencializar o atrativo para permitir ao empreendedor que gerencia o negócio ter ferramentas para torná-lo uma referência, além de auxiliar na gestão para melhor desempenho do empreendimento. “É uma gama de ações para serem realizadas dentro do grupo que será montado. Haverá oficinas, palestras, consultorias in locopitch para avaliar a venda dos produtos”, explica a gerente da Regional Norte do Sebrae/MS, Luzicarla Softov.

Primeiros passos da ação

Para dar início a esse trabalho, o Sebrae realizará uma palestra na próxima sexta-feira, dia 29 de abril, às 15h30, na Assessoria de Turismo de Rio Verde de Mato Grosso (Avenida Eurico Sebastião Ferreira, 890) para os empresários inscritos.

Na ocasião, será feita uma introdução à metodologia que será utilizada na consultoria. Para mais informações, os interessados devem entrar em contato pelo WhatsApp (67) 3291-0704, local onde as inscrições também devem ser realizadas.

Sobre o Pró Pantanal

O Programa de Apoio à Recuperação Econômica do Bioma Pantanal foi formado pelo Sebrae nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para fomentar e apoiar ações específicas na recuperação econômica de regiões do bioma afetadas pelos incêndios dos últimos anos. Uma série de ações vem sendo desenvolvidas desde julho de 2021.

O Sebrae/MS atua diretamente para estimular a economia criativa, a economia da biodiversidade e os empreendimentos já existentes, com trabalho no agronegócio, no trade turístico e setores econômicos interligados a essas áreas.

O Pró Pantanal tem o apoio da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Federação das Associações Empresarias de MS (FAEMS), Instituto de Meio Ambiente de MS (Imasul) e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.