Príncipe André chega a acordo com mulher que o acusa de violação

Correio do Pantanal

15 fev 2022 às 21:45 hs
Príncipe André chega a acordo com mulher que o acusa de violação
Príncipe André e Virginia Giuffre
Príncipe André e Virginia GiuffreFoto: AFP

JNOntem às 16:30

Príncipe André chega a acordo com mulher que o acusa de violação

O Príncipe André, filho da Rainha Isabel II, chegou a um “acordo de princípio” com Virginia Giuffre, que acusava o monarca inglês a ter agredido sexualmente em 2001, quando era adolescente.

“Virginia Giuffre e Príncipe André chegaram a um acordo extrajudicial. As partes apresentarão um documento de desistência da queixa após a receção do acordo por Giuffre (cuja quantia não está a ser revelada)”, pode ler-se num documento apresentado ao tribunal, nos EUA, esta terça-feira.

O britânico revelou ainda que pretende contribuir para uma instituição de apoio a vítimas de tráfico sexual e que vai demonstrar o seu arrependimento, por se ter associado a Jeffrey Epstein, que tirou a sua vida na prisão enquanto enfrentava julgamento por tráfico sexual.

“O Príncipe André nunca teve a intenção de prejudicar o caráter de Virginia Giuffre (….) É sabido que Jeffrey Epstein traficou inúmeras raparigas durante muitos anos. O monarca lamenta a sua associação com Epstein, e louva a bravura de Giuffre e de outros sobreviventes em se defenderem a si próprios e aos outros”, acrescenta ainda o documento.

Esta decisão é uma reviravolta para o filho de Isabel II, que no início do ano perdeu todos os títulos militares e reais que tinha devido ao escândalo em que se viu envolvido. A família real temia que um processo judicial ofuscasse as celebrações do jubileu de platina da Rainha este ano.PRÍNCIPE ANDRÉ PERDE TÍTULOS MILITARES E REAISVER MAIS

Os representantes do Príncipe André disseram ainda que ele não iria expandir-se para além da declaração apresentada em tribunal. O advogado de Giuffre, David Boies, disse apenas: “Creio que este evento fala por si”.

A advogada Lisa Bloom, que representa oito das vítimas de Epstein, considerou o acordo como uma “vitória” de Giuffre.

“Saudamos hoje a vitória da Virgínia. Ela conseguiu o que mais ninguém conseguiu: fazer com que o Príncipe André parasse com as suas parvoíces e se colocasse do lado das vítimas de abuso sexual. Saudamos a coragem espantosa da Virgínia”, escreve no Twitter.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.