Presos fazem rebelião em presídio do complexo penitenciário em Bangu, Rio
  • piramide

Correio do Pantanal

26 out 2018 às 16:03 hs
Presos fazem rebelião em presídio do complexo penitenciário em Bangu, Rio

Por G1 Rio


Complexo Penitenciário de Gericinó em Bangu, Zona Oeste — Foto: Alba Mendonça/G1
Complexo Penitenciário de Gericinó em Bangu, Zona Oeste — Foto: Alba Mendonça/G1

Ao menos três pessoas são feitas reféns na tarde desta sexta-feira (26) durante rebelião em Bangu 4, um dos presídios do Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

De acordo com informações da pasta, internos no Presídio Jonas Lopes de Carvalho (Bangu 4) estavam na área técnica da unidade e iniciaram um motim. A área, de acordo com a Seap, fica fora das galerias, onde ficam as celas.

A secretaria informou ainda que o subsecretário de Gestão Operacional está no presídio acompanhando a negociação da equipe especializada da Seap. “O Grupamento de Intervenção Tática (GIT) está de prontidão no local e o Serviço de Operações Especiais (SOE) já cercou a unidade”, comunicou a pasta.

Também segundo a Seap, o secretário de Estado de Administração Penitenciária, David Anthony, estava a caminho do local e ativou o Gabinete de Crise do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Também foi solicitado apoio da Polícia Militar para a segurança externa do Complexo Penitenciário de Gericinó. A Defesa Civil foi acionada por medida preventiva. O espaço aéreo foi bloqueado.

Esta reportagem está em atualização.

Outros casos

Não é a primeira rebelião que acontece este ano no presídio Jonas Lopes em Bangu. Em agosto, um agente penitenciário foi feito refém, por 25 minutos, naquinta-feira (30) por três detentos. O funcionário fazia uma vistoria nas galerias quando foi pego pelos presos.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.