CCJ do Senado aprova parecer sobre a reforma da Previdência

Correio do Pantanal

1 out 2019 às 12:40 hs
CCJ do Senado aprova parecer sobre a reforma da Previdência

CCJ do Senado aprova parecer sobre a reforma da Previdência

Texto estabelece idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

  • A votação em 1º turno da reforma da Previdência no Senado chegou a ser marcada na semana passada, mas foi adiada 2 vezes
  • A proposta já foi aprovada pela Câmara e pode ser promulgada se for aprovada sem alterações em 2 turnos pelo Senado
  • Mas o governo teme que o senadores mexam nas regras para aposentadoria especial e desfaçam alterações no abono salarial
  • O texto já foi alterado várias vezes desde que chegou ao Congresso. Veja aqui como está a atual versão

26 senadores votaram na CCJ, e não houve nenhuma abstenção. A presidente da comissão, Simone Tebet, não participou.Há 3 minutos

Com o relatório aprovado, a CCJ começa agora a analisar as emendas.Há 9 minutosCONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O parecer do relator é aprovado com 17 votos a favor e 9 contrários.Há 9 minutos

Somente quando a votação na comissão for concluída é que a reforma da Previdência poderá ser enviada ao plenário do Senado. A expectativa é que isso ocorra ainda hoje.Há 12 minutos

Depois de votar o parecer, a CCJ discutirá as chamadas emendas, que são propostas apresentadas por outros senadores que podem alterar a versão elaborada pelo relator.Há 14 minutosCONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem votar SIM, aprova o parecer; quem for de NÃO, rejeita.Há 14 minutos

A presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS), abre o painel para que os senadores votem o parecer do relator Tasso Jereissati (PSDB-CE).Há 15 minutos

Às 10h45, a senadora Simone Tebet (MDB) abriu a sessão da Comissão de Constituição e Justiça.Há 3 horasCONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADEVer mais atualizaçõe

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: