Algemado nas mãos e nos pés, maior ladrão de ônibus da Baixada Fluminense é carregado até delegacia

Correio do Pantanal

7 ago 2019 às 17:07 hs
Algemado nas mãos e nos pés, maior ladrão de ônibus da Baixada Fluminense é carregado até delegacia

Policiais ataram suspeito depois que ele tentou fugir. Investigação aponta que Marcinho participou de cerca de 100 roubos em dois anos.

Por Bom Dia Rio

Polícia prende homem acusado de ser maior ladrão de ônibus da BaixadaBom Dia Rio05:00/05:03

Polícia prende homem acusado de ser maior ladrão de ônibus da Baixada

Polícia prende homem acusado de ser maior ladrão de ônibus da Baixada

A polícia prendeu o homem apontado como o maior assaltante de ônibus da Baixada Fluminense. Os investigadores afirmam que Márcio Júnior Silva de Souza, o Marcinho, participou de cerca de 100 roubos em dois anos.

O preso chegou carregado à 61ª DP (Xérem), em Duque de Caxias. A polícia precisou algemá-lo nas mãos e nos pés, já que o criminoso tentou fugir na hora da prisão.

Dos 100 assaltos praticados por ele, apenas 15 roubos foram registrados. A investigação conseguiu identificar um outro criminoso que agia com Marcinho, e a Justiça decretou a prisão preventiva de Emersson dos Santos Gonçalves, conhecido como Domdom.

Sem endereço fixo, Marcinho ficava circulando por Xerém, Ramos e comunidades do Complexo da Maré, onde acabou sendo preso.

Contra o assaltante havia pelo menos três mandados de prisão preventiva. Os assaltos dele foram flagrados por muitas câmeras de segurança.

Em uma das ações, o criminoso também responde por tentativa de latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Em uma das imagens de câmeras internas de um ônibus, o bandido tenta descer com o ônibus ainda em movimento, só que antes atira contra o motorista, que por sorte não foi atingido.

Márcio Júnior Silva de Souza, o Marcinho, tentou fugir e precisou ser algemado nas mãos e nos pés pelos policiais — Foto: Reprodução / TV Globo

Márcio Júnior Silva de Souza, o Marcinho, tentou fugir e precisou ser algemado nas mãos e nos pés pelos policiais — Foto: Reprodução / TV Globo

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: