Adolescente enterra no quintal de casa revólver que matou comerciante

Correio do Pantanal

19 fev 2018 às 07:57 hs
Adolescente enterra no quintal de casa revólver que matou comerciante

CORREIO DO ESTADO

Jovem enterrou revólver no quintal de casa – Foto: Divulgação/Batalhão de Choque

Um adolescente de 14 anos foi apreendido por ter escondido a arma usada para matar o comerciante Paulo César Buchanelli, de 47 anos, em Sidrolândia, no último dia 15 de fevereiro. A apreensão foi feita na madrugada de hoje (18), pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar de Campo Grande, que foi até a cidade vizinha auxiliar nas buscas pelos envolvidos no latrocínio.

Já com a informação de que o menor estaria com a arma do crime, os militares começaram as buscas no bairro Jardim Paraíso. Ao encontrarem o jovem de 14 anos, ele confessou que escondeu o revólver calibre 32 no quintal de casa, enterrado. Ele foi apreendido e entregue à delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia.

Ontem (17), no município de Bonito, Wellesom Sanches Fragoso, 21 anos, conhecido como “Pipoca” foi preso pela Polícia Militar da cidade. Ele era quem pilotava a moto quando o empresário vou atacado e morto no dia 15.

Ao ser flagrado a caminho da rodoviária de Bonito, Pipoca resistiu à prisão e foi baleado no braço. Ele assumiu ter pilotado a moto usada no assalto. A Polícia Civil continua com as investigações, já que o autor dos disparos que matou o comerciante continua foragido.

CASO
Buchanelli chegava à agência bancária localizada na Rua Rio Grande do Norte, por volta das 14h50 de quinta-feira, quando foi surpreendido pelos dois homens, que estavam em uma motocicleta vermelha. O comerciante não reagiu e entregou o malote com R$ 60 mil em dinheiro que seria depositado no banco, mas mesmo assim foi baleado no tórax.

Na sequência, a dupla fugiu com o dinheiro pela Avenida Aquiban e depois seguiu pela Avenida Dorvalino dos Santos, que dá acesso a BR-060, tanto para seguir sentido Campo Grande, como para outras rodovias, como a MS-162 e MS-258. Paulo Buchanelli foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: