Poderes reforçam protagonismo da Alems na retomada do crescimento econômico

Correio do Pantanal

2 fev 2021 às 21:04 hs
Poderes reforçam protagonismo da Alems na retomada do crescimento econômico

NOTICIAS AO MINUTO

Reinaldo durante cerimônia na Assembleia (Foto: Luciana Nassar)

O momento atual pandêmico forçou os Poderes a administrar os cenários adversos decorrentes da crise econômica e social. Durante a solenidade de instalação da 3ª Sessão Legislativa da 11ª Legislatura, realizada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul na manhã desta terça-feira (2), os dirigentes das instituições públicas falaram dos principais desafios a ser enfrentados neste ano e a importância da atuação dos parlamentares na retomada do crescimento econômico.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que, apesar da tragédia sem precedentes, o Estado agiu com presteza e responsabilidade para atender a população e conter a disseminação da Covid-19. 

“Com o apoio dos deputados estaduais, foi possível realizar várias ações para manter a força da nossa economia. Fomos o segundo PIB que mais cresceu e um dos seis Estados com saldo positivo em geração de empregos. Novas empresas abriram, o que sinaliza a recuperação da atividade econômica, sustentada pelo agronegócio”, disse. Conforme determina a Constituição do Estado, Azambuja entregou à Assembleia Legislativa a mensagem do Poder Executivo para o ano de 2021. Veja aqui na íntegra. 

Vice-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o desembargador Sideni Soncini Pimentel disse que a pandemia tem exigido da classe política e dos Poderes um trabalho conjunto. “A atuação alinhada é o caminho. A relação entre as instituições tem sido harmônica. Obtivemos uma resposta rápida do Poder Legislativo quando o assunto foi em favor de toda população sul-mato-grossense. Apesar da pandemia, não tenho dúvida que 2021 será um ano promissor”, afirmou.

Para Fábio Rombi, defensor público-geral do Estado, a ALEMS tem cumprido um papel primordial para conter a pandemia. “O Parlamento Estadual agiu rapidamente a esta crise. As votações não pararam, projetos de lei foram apresentados no combate ao coronavírus e nada ficou para trás. Por meio do diálogo, as instituições construíram pontes e, pós-pandemia, realizarão juntas aquilo que será o melhor para o Estado”.

A esperança de retomada do crescimento está depositada na vacinação, conforme o secretário de Estado de Governo, Eduardo Ridel.

 “Depois de um ano extremamente difícil por conta da pandemia, entramos 2021 com esperança em função da vacina, ainda lenta, mas com perspectiva de concluir esse ano positivamente com relação à saúde. Ao longo dos últimos anos, Mato Grosso do Sul fez seu dever de casa e a Assembleia foi fundamental para que chegássemos em 2021 com o Estado equilibrado, preparado e fazendo investimentos”, falou Ridel.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.