PMA de Coxim fiscaliza rio Taquari e apreende petrechos ilegais de pesca durante a operação Piracema

Correio do Pantanal

13 jan 2023 às 04:30 hs
PMA de Coxim fiscaliza rio Taquari e apreende petrechos ilegais de pesca durante a operação Piracema

12 de janeiro de 2023

 0

Foto: PMA

Os infratores que estão se arriscando a praticar pesca predatória estão indo para os rios no período noturno, principalmente pela facilidade de fuga e, consequentemente, a Polícia Militar Ambiental tem realizado a fiscalização preventiva à pesca durante a piracema à noite e madrugada também. Desde o início da manhã desta quarta-feira (11), até o início desta manhã de hoje, equipes de Policiais Militares Ambientais de Coxim que realizavam fiscalização preventiva no rio Taquari apreenderam petrechos ilegais de pesca no rio.

Logo no início da operação, que se estenderá pelo tempo que for necessário, a equipe retirou e apreendeu 32 anzóis de galho (petrecho proibido) ainda com iscas do rio, na região conhecida como morro preto no município de Coxim. Na madrugada desta quinta-feira (12), a equipe que estava em fiscalização deparou com infratores à margem do rio, que ao avistarem as luzes e perceberem que era a fiscalização da PMA, os infratores fugiram pela mata, no local foram apreendidas cinco tarrafas. Os infratores ainda não foram identificados.

A PMA tentará identificar os pescadores. Se identificados, os infratores responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Serão também multados administrativamente em valor de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

A PMA continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente, com uso deste tipo de petrecho ilegal. Caso a fiscalização não chegasse e houvesse um cardume no local, os infratores conseguiriam depredá-lo em pouco tempo. Por isso, a fiscalização precisa ser mantida diuturnamente.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.