PMA autua em R$ 6 mil tutor e cuidador de cadela ferida no pescoço em Costa Rica

Correio do Pantanal

2 fev 2023 às 11:44 hs
PMA autua em R$ 6 mil tutor e cuidador de cadela ferida no pescoço em Costa Rica

2 de fevereiro de 2023

 0

Foto: PMA

Uma equipe de policiais militares ambientais de Costa Rica resgatou uma cadela debilitada com ferimento no pescoço por corda curta, em que estava amarrada, sangrando e uivando com muita dor, abandonada em uma residência no bairro Ipê Roxo no último dia 26 de janeiro.

O animal resgatado, uma fêmea de médio porte e sem raça definida, encontrava-se debilitada, amarrada pelo pescoço com uma corda, medindo aproximadamente um metro, causando enforcamento do cão provocando ferimentos e inchaços no pescoço pela profundidade da ferida que já exalava forte odor e com muitas larvas.

O animal também se apresentava magro, com sinais de desnutrição e não havia água e nem alimentos no local, bem como abrigo adequado, sendo que a única proteção contra intempéries seria uma pequena casinha de plástico que se encontrava em condições precárias, cheia de fezes e urina.

INTERNAÇÃO E AUTUAÇÃO DOS RESPONSÁVEIS

A cadela está internada em tratamento na clínica da médica veterinária voluntária Roberta Ferreira de Sá, a qual a atendeu no dia dos fatos.

Nesta quarta-feira (1º) foi identificado o tutor que foi indiciado pelo crime ambiental de maus-tratos na delegacia de Polícia Civil, bem como foi identificado e também indiciado o homem que ele havia deixado cuidando do animal, o qual também é responsável pela situação de penúria em que a cadela foi encontrada. Se condenados poderão pegar pena de dois a cinco anos de reclusão. Na parte administrativa, os infratores foram multados pela Polícia Militar Ambiental em R$ 3.000,00 cada um.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.