Comandante diz que Exército é ‘essencial’ frente à ‘crise moral’ do país

Correio do Pantanal

22 dez 2017 às 00:12 hs
Comandante diz que Exército é ‘essencial’ frente à ‘crise moral’ do país

MIDIAMAX

O comandante do Exército Brasileiro, general Villas Boas, publicou na última segunda-feira (18), pelo canal oficial do Youtube do Exército, uma mensagem de final de ano aos membros da corporação e à população em geral.

No vídeo, o comandante anuncia que, no próximo ano de eleições, o Exército será um “fator essencial” para a superação da “crise moral” que assola o país, atuando em busca da “estabilidade” do Brasil.

“Este ano está se anunciando como um período de dificuldades materiais e políticas. Mais do que nunca, a coesão da nossa instituição será um fator essencial, e contribuirá para que o Brasil supere a crise moral que o assola”, disse Villas Boas.

“Dentro desse contexto, nosso Exército é um fator de estabilidade. Não nos afastaremos da trajetória retilínia de serviços à nação brasileira. Sempre alicerçados na hierarquia e disciplina, reforçados nas nossas tradições e a nossa dedicação à Pátria”, complementa o comandante.

Villas Boas começa saudando todos os membros do Exército pelas suas operações ao longo do ano pela garantia da “lei e da ordem”. “Estamos no Rio de Janeiro, estivemos no Espírito Santo, em Pernambuco, no Rio Grande do Norte e no Amazonas”.

Villas Boas também lembrou do fim dos treze anos de operação conjunta das Forças Armadas brasileiras e haitianas, em missão de paz no Haiti, “projetando o Brasil para o exterior”.

O comandante finaliza o vídeo afirmando que, no próximo ano, o Brasil poderá contar com o “braço forte e a mão amiga” do Exército, como sempre pôde contar, e agradecendo pela atuação dos membros das Forças Armadas ao longo do ano.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: