O que revela a incomum lista de compras de Galileu em 1609 que revolucionou a ciência

Correio do Pantanal

21 set 2019 às 14:10 hs
O que revela a incomum lista de compras de Galileu em 1609 que revolucionou a ciência

Dalia Ventura BBC News Mundo

Retrato de Galileu Galilei
Image captionA lista que Galileu fez antes de sua viagem a Veneza revela mais do que seus gostos

Em um dia de inverno em Pádua, há 410 anos, Galileu Galilei fez uma lista das compras que queria fazer em sua próxima viagem a Veneza.

Era parecida com essas que às vezes encontramos esquecidas em nossos bolsos. A de Galileu, como alguma das nossas, estava escrita no verso de uma carta sem importância que havia recebido recentemente.

Começa com…

  • Calçados de pele e um gorro pequeno para Vincenzo (seu filho)
  • A caixa com as coisas de Marina (Gamba, sua companheira)
  • Lentilhas, grão de bico branco, arroz, passas, trigo
  • Açúcar, pimenta, cravo, canela, especiarias, geléias
  • Sabões, laranjas
  • Dois pentes de marfim
  • Malgavia (um tipo de vinho importado da Grécia) do senhor (Giovanni Francesco) Sagredo (um dos seus melhores amigos em Veneza)

A lista é preciosa por ter sido escrita de letra e punho pelo gênio de Pisa, e porque nos convida a imaginar seu cotidiano.

Mas há outra razão que faz com que ela seja interessante. Ele anotou depois objetos pouco usuais e até misteriosos, como:

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.