Municipalismo leva obras para todo o Estado, afirma Reinaldo Azambuja

Correio do Pantanal

21 maio 2021 às 16:29 hs
Municipalismo leva obras para todo o Estado, afirma Reinaldo Azambuja

Na manhã desta sexta-feira, o governador Reinaldo Azambuja deu início a rodada de reuniões com prefeitos do Conesul.

 21/05/2021 – 09h09

Campo Grande

Reinaldo e comitiva no Conisul do estado (Foto: Chico Ribeiro)

Na manhã desta sexta-feira (21), o governador Reinaldo Azambuja deu início a rodada de reuniões com prefeitos do Conesul dentro do programa “Governo Presente e Municipalista”.

Em Naviraí para pactuar investimentos com seis gestores municipais, o governador destacou que muitas obras estão em andamento. “Como aqui na cidade, temos o núcleo industrial e avenidas que serão recapeadas, reconstruídas, em um parceria construímos com os prefeitos todos. Estamos levando a presença do municipalismo com essas obras e investimentos importantes”, ressaltou o governador. 

Ao longo da manhã, Reinaldo Azambuja terá audiências com os prefeitos de Eldorado, Aguinaldo dos Santos; Iguatemi, Dr. Lídio; Itaquiraí, Talles Tomazelli; Japorã, Paulo Franjoti; Mundo Novo, Valdemir Sobrinho; e Naviraí, Raiza Matos.

Lançado em março de 2020 contemplando os 79 municípios de Mato Grosso do Sul com investimentos de R$ 4,2 bilhões até 2022, o “Governo Presente” avançou com as entregas de obras em pouco mais de um ano. Agora, o programa volta aos municípios para acompanhar o andamento das obras e pactuar novas prioridades.

Nesta etapa, já foram ouvidos prefeitos das regiões Sudoeste e Fronteira.

Núcleo Industrial 

Antes de iniciar os encontros do “Governo Presente e Municipalis”, Reinaldo Azambuja, acompanhado do secretário Eduardo Riedel (Infraestrutura) e da prefeita Raiza Matos, visitou a obra de infraestrutura urbana no Núcleo Industrial de Naviraí.

O local passa por obras de pavimentação e drenagem. Quase R$ 9 milhões são investidos na melhoria “para gerar emprego”, pontuou Reinaldo Azambuja. “Naviraí precisa de emprego, indústria e geração de oportunidades”, completou o governador.

“Quando a gente dá infraestrutura para o núcleo industrial, que atrai empresas, estamos falando de emprego, renda e oportunidades para nossa gente. O Estado tem trabalhado muito na competitividade dos empreendimentos privados e vai continuar fazendo isso. Entendemos que a geração de empregos é estratégica para Mato Grosso do Sul”, afirmou Eduardo Riedel.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.