Viajantes detidos no Irão por usarem drone sem licença

Correio do Pantanal

5 out 2019 às 12:16 hs
Viajantes detidos no Irão por usarem drone sem licença

Jolie King e Mark Firkin, dois viajantes que relatam as suas aventuras online, foram detidos em Teerão por utilizar um drone sem licença, há cerca de dez semanas no Irão.

O casal iniciou uma aventura em 2017, a partir da Austrália, para chegar, num Land Cruiser, à Europa. A viagem começou em Perth e o objetivo final seria chegar a Londres. A viagem seria toda documentada no blogue “The Way Overland”, com fotografias e vídeos.

Depois de passar pelo sudeste asiático, Índia e Paquistão, Jolie e Mark chegaram ao Irão e foi aqui que surgiram problemas. Todas as atividades nas redes sociais terminaram a 30 de junho, deixando seguidores e amigos preocupados com o que poderia ter acontecido aos viajantes.

Sabe-se agora que os dois foram detidos, quando realizavam filmagens com um drone, para depois publicarem no blogue. No país, é preciso uma licença específica para utilizar este tipo de aparelho.

Segundo a comunicação social local, foram detidos e levados para a prisão de Evin, conhecida por manter presos políticos e pelas suas más condições. Apesar de não existir informação oficial do Governo do Irão, sabe-se que os dois foram presos há cerca de 10 semanas, enquanto acampavam perto de uma área militar, em Jajrood, na província de Teerão.

Segundo o “The Guardian” Jolie está com uma cidadã iraniana britânica, Nazanin Zaghari-Ratcliffe, que também está detida no Irão desde 2016, mas o paradeiro do homem é desconhecido.

“A família diz que foi um mal-entendido e Jolie e o seu noivo, Mark, não conheciam a lei iraniana que proíbe voos de drone sem licença”, disse Pouria Zeraati, editora-chefe da Manoto TV, um canal iraniano. Segundo foi possível apurar, ainda não foram julgados.

O Irão ainda não comentou as prisões e não deu nenhuma indicação de que os australianos estejam detidos. Mas, no passado, os governadores de Teerão já haviam manifestado vontade de organizar trocas de prisioneiros para recuperar cidadãos iranianos mantidos em prisões estrangeiras.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: