Prodígio. Laurent tem nove anos e em breve será licenciado em engenharia
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

19 nov 2019 às 16:28 hs
Prodígio. Laurent tem nove anos e em breve será licenciado em engenharia

O menino belga completou o secundário aos oito anos e este ano deve licenciar-se em engenharia eletrónica. Já pensa no doutoramento e os pais, médicos, não têm explicação para a sua capacidade de aprendizagem.

Laurent tem nove anos e prepara-se para ser engenheiro
Laurent tem nove anos e prepara-se para ser engenheiro

DN

Relacionados

Laurent Simons é um menino prodígio da Bélgica que já foi notícia por ter concluído o ensino secundário com oito anos. Agora volta a destacar-se já que, um ano depois, está a caminho de se licenciar com apenas nove anos. Estuda Engenharia Eletrónica, desde março, na Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda, um curso considerado difícil, mas que Laurent irá resolver em pouco tempo. Descrito pelos professores como “simplesmente extraordinário”, está a caminho de terminar o curso em dezembro. E já tem planos. O rapaz diz que irá iniciar um programa de doutoramento em engenharia eletrónica enquanto tenciona também estudar medicina, contou o seu pai Alexander Simons à CNN.

Os pais, Lydia e Alexander Simons, recordam agora que achavam que os avós de Laurent exageravam quando disseram que ele tinha um dom, mas os anos passaram e os professores concordaram. “Eles notaram algo muito especial sobre Laurent”, revela Lydia. Teste após teste, o jovem Laurent foi exibindo a sua inteligência, enquanto os professores procuravam descobrir a extensão dos seus talentos e a forma como apreende tudo. “Disseram-nos que ele é como uma esponja”, afirmou Alexander Simmons.

Originários da cidade de Oostende, os pais são médicos mas até agora não perceberam nem obtiveram nenhum explicação para esta capacidade de aprender tão rapidamente. A mãe Lydia tem a sua própria teoria. “Comi muito peixe durante a gravidez”, graceja.

A Universidade de Tecnologia de Eindhoven permitiu que Laurent concluísse o curso mais rapidamente do que outros alunos.

“Não é caso isolado”, explicou Sjoerd Hulshof, diretor de educação da escola holandesa. Aos alunos que revelam capacidades especiais é permitido estabelecer um calendário mais rápido. Mas Hulshof admite que Laurent é “simplesmente extraordinário” e elogiou o jovem. “É o aluno mais rápido que já tivemos. Não é apenas hiperinteligente, mas é também um miúdo muito compreensivo.”

Laurent disse à CNN que a sua disciplina favorita é engenharia eletrónica e também quer “estudar um pouco de medicina”. O seu percurso não passa despercebido e já está a ser procurado por universidades de prestígio em todo o mundo. Mas a família não se preocupa em nomear qual é a que o jovem prodígio está a considerar para o seu doutoramento. “Acho que o foco será a investigação e a aplicação do conhecimento para descobrir coisas novas”, aponta o pai.

Umas férias no Japão são o próximo passo. Os pais dizem ter cuidado para que também se divirta. “Não queremos que fique demasiado adulto. Ele faz o que quiser”, disse o pai. “Precisamos encontrar um equilíbrio entre ser criança e os talentos.” Laurent diz que gosta de brincar com o seu cão Sammy e jogar no seu telemóvel, como muitos jovens da sua idade.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: