Japão afirma que projétil disparado pela Coreia do Norte caiu em águas japonesas

Correio do Pantanal

1 out 2019 às 21:17 hs
Japão afirma que projétil disparado pela Coreia do Norte caiu em águas japonesas

Regime norte-coreano fez novo lançamento de dois projéteis, informaram as forças armadas da Coreia do Sul. Lançamento foi o sétimo desde retomada dos testes, no fim de julho.

Por G1

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, dá declaração a jornalistas em Tóquio após projétil cair em águas japonesas — Foto: Kyodo/via Reuters

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, dá declaração a jornalistas em Tóquio após projétil cair em águas japonesas — Foto: Kyodo/via Reuters

O governo do Japão afirmou nesta quarta-feira (2, horário local) que um dos dois projéteis de curto alcance disparados pela Coreia do Norte caiu em águas japonesas. O regime de Kim Jong-un fez o sétimo lançamento desde a retomada dos testes, no fim de julho (leia mais no fim da reportagem).

A Guarda Costeira do Japão notificou embarcações para que tomem cuidado após os lançamentos dos projéteis norte-coreanos e que não se aproximem de qualquer destroço encontrado no mar. Entretanto, não há registro de danos a barcos ou aeronaves até o momento.

O comando das forças armadas da Coreia do Sul (JCS, na sigla em inglês) alertou no início desta manhã (noite no Brasil) sobre os novos lançamentos da vizinha do norte. Mais uma vez, os projéteis foram disparados na direção do Mar do Leste – que também é conhecido como Mar do Japão.

Em entrevista a repórteres, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, condenou os lançamentos desta quarta-feira. Segundo o chefe de governo japonês, os testes violam resoluções da ONU.

Foto de junho de 2018 mostra reunião entre Trump e Kim em Singapura. — Foto: Evan Vucci/AP

Foto de junho de 2018 mostra reunião entre Trump e Kim em Singapura. — Foto: Evan Vucci/AP

Segundo a agência sul-coreana Yonhap, o lançamento ocorre um dia depois que o primeiro Vice-Ministro das Relações Exteriores da Coreia Norte, Choe Son-hui, disse que Pyongyang e Washington concordaram em retomar as negociações nucleares esta semana. O diálogo está parado desde o colapso da cúpula de Hanói em fevereiro.

Sete lançamentos foram feitos pela Coreia do Norte desde o fim de julho, sendo o mais recente no dia 10 de setembro. Naquela ocasião, os disparos aconteceram horas depois de o país assinar uma nova disposição para retomar no final de setembro as negociações de desnuclearização com os Estados Unidos.

O líder norte-coreano Kim Jong-un, que já havia guiado um teste de lançamento do mesmo foguete múltiplo, disse naquele dia que suas capacidades foram “finalmente verificadas em termos de operações de combate” e que o que ainda deve ser feito com o lançamento do dispositivo é um “teste de execução”, segundo a agência estatal KCNA, sem detalhar no que o teste implicaria.

Os testes anteriores aconteceram nas seguintes datas:

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: