Mulher adota touro e impede que ele seja enviado para matadouro

Correio do Pantanal

10 out 2021 às 22:18 hs
Mulher adota touro e impede que ele seja enviado para matadouro

           9 de outubro de 2021Beatriz Paoletti | Redação ANDA2 min. de leitura

FacebookTwitterEmailWhatsAppCompartilhar

Foto: Reprodução | Metro

Uma mulher escocesa chamada Heidi Ross resgatou ainda filhote Thor, um touro. Os dois criaram uma proximidade muito grande se tornando amigos após dois dias de convívio.

A relação dos dois pode ser considerada peculiar já que é muito mais comum as pessoas terem como companheiros animais como cães e gatos, mas a situação de Heidi foi bem diferente. 

A escocesa encontrou ainda bezerrinho o touro que estava sob uma pilha de esterco. Ele mal conseguia respirar e na época tinha aproximadamente um mês de vida. Estava bem fraco. Vendo sua fragilidade, a mulher o tirou do local e o deu banho para assim limpar o esterco já grudado em seu corpo. 

Na época do resgate, Heidi trabalhava em uma fazenda. Ela pediu ao gerente do local para comprar o bezerro,  em uma tentativa de impedir que levassem o animal ao matadouro.

Foto: Reprodução | Metro

Apesar de Thor ter demorado para demonstrar confiança em Heidi no início, hoje os dois são muito amigos. Em entrevista para o jornal Metro, a jovem escocesa relata que o touro, ao ser acariciado, fica completamente entregue aos carinhos chegando a se deitar de barriga pra cima. 

Devido seu tamanho e força, Heidi é cuidadosa ao fazer carinho nele. Mesmo ele não sendo agressivo segundo ela, há uma diferença de força desproporcional entre eles e por isso toma cuidado. 

“Quando recebo um golpe involuntário na cabeça, pode doer muito”, falou ela.

“Cuidar dele foi uma grande decisão para mim, nunca passei muito tempo com animais de grande porte, a maior coisa que já tive foi uma cobaia, então conhecer Thor foi uma grande experiência”, relatou a tutora.

Foto: Reprodução | Metro

Heidi diz no final em relato ao Metro que nunca conseguiria imaginar há três anos que teria a companhia de um touro gigante, e que cuidaria dele. 

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.