Ministro da Educação visita cidades de MS e entrega 168 ônibus escolares

Correio do Pantanal

8 mar 2021 às 20:38 hs
Ministro da Educação visita cidades de MS e entrega 168 ônibus escolares

O ministro, Milton Ribeiro, começou a viagem por Dourados (MS), onde participou de solenidades. Já em Campo Grande, além dos veículos escolares, entregou obras na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Por G1 MS e TV Morena

08/03/2021 17h37  Atualizado há 3 horas


Ônibus escolares foram entregues para renovar a frota de veículos em Mato Grosso do Sul — Foto: Graciela Andrade/TV Morena

Ônibus escolares foram entregues para renovar a frota de veículos em Mato Grosso do Sul — Foto: Graciela Andrade/TV Morenahttps://9228cab64202e5ec129a86b6c39f0952.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, veio à Mato Grosso do Sul para cumprir uma agenda de entregas de obras e renovar a frota de ônibus escolares do estado, foram destinados 168 veículos. Os ônibus serão usados no transporte escolar urbano e rural, e foram adquiridos por meio de parceria firmada entre Ministério da Educação (MEC), Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e governo do estado.

A visita do ministro começou logo pela manhã desta segunda-feira (8) por Dourados (MS). Na cidade, ele entregou a Unidade da Mulher e da Crianças (UMC), um anexo ao hospital universitário do município a 214 km de Campo Grande.

Já no começo da tarde desta segunda (8), Ribeiro entregou obras na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Um esquema reforçado de segurança foi implementado nas entradas e saídas da faculdade, causando curiosidade em quem passava pelo local.

Na UFMS, o ministro entregou sete obras, entre elas uma Estação de Monitoramento da Qualidade do Ar, um Laboratório de Grandes Animais, um Centro cirúrgico e um Laboratório destinado à analises da Covid-19. De acordo com informações da universidade, as obras somam um investimento total de R$ 8.5 milhões.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.