Lote com 22 mil vacinas da Oxford/AstraZeneca é entregue a MS; distribuição começa na 2ª-feira

Correio do Pantanal

24 jan 2021 às 19:42 hs
Lote com 22 mil vacinas da Oxford/AstraZeneca é entregue a MS; distribuição começa na 2ª-feira

NOTICIAS AO MINUTO

Carga de vacina fabricada na Índia foi entregue neste domingo; distribuição começa na segunda-feira. (Foto: Marcos Ermínio)

Chegou há pouco em Mato Grosso do Sul a aeronave da companhia aérea Azul trazendo as doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Estado, que por sua vez serão redistribuídas aos municípios. Foram 2 caixas com os imunizantes a serem usados no combate ao novo coronavírus (Covid-19), com 22 mil doses.

As vacinas foram remetidas pela fabricante na Índia, chegando na sexta-feira (22) ao Rio de Janeiro, onde a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) fez a checagem e etiquetagem. Do Rio, seguiram para Belo Horizonte (MG) e, depois, para Campo Grande.

O pouso no Aeroporto Internacional de Campo Grande ocorreu próximo ao horário marcado (13h20), sem atrasos. Logo que chegaram, as caixas foram colocadas em um caminhão e novamente lacradas. Do aeroporto, seguiram para a Rede de Frio da Secretaria de Estado de Saúde, que cuidará da redistribuição.

Trata-se do segundo lote de imunizantes contra a Covid-19 entregues a Mato Grosso do Sul –o primeiro, com 158.760 doses, sendo 97 mil para a população indígena e 61.760 para os demais integrantes do primeiro grupo prioritário (profissionais de Saúde da linha de frente de combate ao coronavírus e idosos e deficientes físicos que vivem em instituições de longa permanência), foram fabricados pela chinesa Sinovac, parceira do Instituto Butantan na fabricação da CoronaVac.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, recepcionou o carregamento no aeroporto. A expectativa é de que a distribuição comece nesta segunda-feira (25), por volta das 5h, em esquema semelhante ao da primeira vez: apoio da Segurança Pública e entrega aos municípios em até 48 horas.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.