Mulher é libertada de cativeiro um dia antes de ser ‘julgada’ pelo tribunal do crime em MS, diz polícia
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

13 ago 2019 às 07:25 hs
Mulher é libertada de cativeiro um dia antes de ser ‘julgada’ pelo tribunal do crime em MS, diz polícia

Por Graziela Rezende, G1 MS

Polícia prendeu trio que levou jovem para cativeiro em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Polícia prendeu trio que levou jovem para cativeiro em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma jovem de 19 anos foi libertada de um cativeiro, em Dourados, na região sul do Estado, um dia antes de passar pelo “tribunal do crime”. Conforme a polícia, as testemunhas disseram que ela seria “julgada” por ter, supostamente, denunciado outros membros da facção para a polícia. Três pessoas de 21, 34 e 40 anos foram presas, há 3 dias.

De acordo com a investigação da Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira – Defron e do Setor de Investigações Gerais (SIG) do município, os policiais encontraram o paradeiro da vítima após obterem informações com a família dela. Em depoimento, parentes comentaram que ela foi levada por um homem que informou pertencer a uma facção criminosa.

Na ocasião, a vítima disse que era obrigada a acompanhá-lo, pois, do contrário, matariam o irmão dela dentro da Penitenciária Estadual de Dourados (PED). Após várias buscas, ela foi encontrada no Jardim Márcia, bem como foi apreendida a moto usada para levá-la até o cativeiro.

Os suspeitos foram presos, sendo dois homens e uma mulher. Eles confirmaram o cárcere, porém, negaram terem feito ameaças.

Os envolvidos foram encaminhados para a 1ª Delegacia do município e devem responder pelos crimes de sequestro, cárcere privado e associação criminosa.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: