Idoso de 69 anos é preso suspeito de matar e enterrar corpo em assentamento

Correio do Pantanal

7 jun 2018 às 09:26 hs
Idoso de 69 anos é preso suspeito de matar e enterrar corpo em assentamento

Um idoso de 69 anos foi preso nesta quarta-feira (06) suspeito de matar e enterrar o corpo de Nelson Geraldo dos Santos, de 41 anos, no Assentamento Aldeia, em Bataguassu, cidade a 335 quilômetros de Campo Grande.

O corpo de Nelson foi localizado pelo Sig (Setor de Investigações Gerais) durante diligências que investigavam o desaparecimento da vítima. A suspeita é a de que, após ter cometido o assassinato, o idoso ocultou o corpo e posteriormente ateou fogo nos pertences de Nelson.

De acordo com o site Da Hora Bataguassu, para cavar o buraco, ele contratou outras pessoas, informando que seria uma armadilha para antas.

SAIBA MAIS

A descoberta do corpo aconteceu após uma testemunha dizer que o idoso ficou andando durante a madrugada com um trator. Depois disso, a vítima não foi mais vista e o buraco havia sido fechado.

Na casa de Nelson, havia marcas de sangue no chão e na cabeceira da cama. Já na casa do suspeito, foi encontrado um rifle semi-automático com dez munições atrás de uma geladeira.

O idoso foi preso pelo crime de homicídio qualificado, destruição, subtração e ocultação de cadáver e posse irregular de arma de fogo, sendo encaminhado à Delegacia de Bataguassu, que solicitou sua prisão preventiva, no qual passará agora por analise pelo Ministério Público e Judiciário. O corpo da vítima foi encaminhado ao IMOL na cidade de Dourados, para a realização de necrópsia.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.