França investiga se presidente da Interpol está desaparecido
  • piramide

Correio do Pantanal

5 out 2018 às 11:02 hs
França investiga se presidente da Interpol está desaparecido

Por Camila Bomfim, TV Globo — Brasília


A polícia francesa e a Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) estão investigando o paradeiro do presidente da organização, Meng Hongwei que, segundo relato de sua mulher, estaria desaparecido desde viagem à China, sua terra natal, na semana passada.

Fontes da Polícia Federal do Brasil e da Interpol confirmaram a informação. Segundo investigadores, as circunstâncias e suspeitas desse caso estão sendo aprofundadas.

A Interpol, que tem sede em Lyon, na França, tem entre suas atribuições procurar criminosos de vários países a partir de alertas vermelhos. Atualmente, a Interpol tem 192 países membros.

Meng Hongwei foi eleito presidente da Interpol em 2016, em assembléia geral da organização em Bali, e seu mandato vai até 2020.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.