Evasão escolar aumentou durante a pandemia em Coxim

Correio do Pantanal

29 jun 2021 às 18:11 hs
Evasão escolar aumentou durante a pandemia em Coxim

29 de junho de 2021 0

Foto: PMC

A evasão escolar tem aumentado na cidade de Coxim durante a pandemia do Coronavírus, a informação é do Conselho Tutelar, que tem se atentado a situação. O desinteresse dos alunos em realizar as atividades on-line tem aumentado.

As instituições escolares têm encaminhado ao Conselho Tutelar fichas de notificação de evasão escolar dos alunos que não estão realizando as atividades, que estão sendo realizadas de forma remota através da plataforma Google Sala de aula, aplicativo WhatsApp ou atividades impressas para serem retiradas nas escolas para aqueles que não tem acesso à internet.

A rede de ensino tem como obrigação encaminhar notícia de fato após esgotadas tentativas de que esse aluno realize de forma regular as atividades, conforme consta no artigo 56 do ECA, sendo que para esse encaminhamento os dados como endereço e telefone da criança ou adolescente e responsável devem estar atualizados bem como relatada em ficha individual quais foram as tentativas realizadas pela unidade escolar. Em alguns casos os genitores e responsáveis até retiram o material, mas não realizam a devolutiva para o professor, que é de suma importância para o registro das atividades propostas.

O Conselho Tutelar sabe da dificuldade de alguns pais em ajudar os filhos com os conteúdos, para isso a escola deve estar preparada, visando estratégias para evitar que a realização das atividades seja de forma igualitária, que não prejudique o aluno que não tem acesso as condições oferecidas pela Rede de ensino público ou traga prejuízo a sua aprendizagem, evitando assim a evasão escolar para aqueles alunos que não tem acesso à internet. Observando que a Unidade Escolar deve manter atualizado o cadastro do aluno, como endereço e de preferência mais de um número de telefone para contato.

Caso os pais ou responsáveis deixarem de cumprir com suas obrigações, não agindo com responsabilidade, e sendo negligentes no cuidado com educação escolar e com o desenvolvimento intelectual da criança ou adolescente, os mesmos poderão responder judicialmente por Abandono intelectual (artigos 54 e 55 do ECA), nesse caso devem manter os filhos matriculados, acompanhar seu desenvolvimento escolar, zelar para realizarem as atividades e cumprir o horário e datas estabelecidas.

A equipe do Conselho Tutelar composta pelas Conselheiras tutelares Dayana, Rita, Marilyn, Patrícia e Rosangela orienta que em caso de dificuldade dos pais e responsáveis em realizar as atividades ou ter acesso aos conteúdos que procure a direção escolar para que seja sanado qualquer dificuldade evitando assim que a criança ou adolescente fique com seus Direitos Violados seja por ação ou omissão dos responsáveis.

As conselheiras enfatizam que nossas crianças e adolescentes já estão privados de tantas coisas por conta da pandemia e se pode deixar que tenham mais um Direito violado que é o acesso à educação que é tão importante para seu desenvolvimento cognitivo e social.

PUBLICIDADE

O Conselho Tutelar está à disposição para esclarecer e tirar possíveis duvidas referente a esse assunto entre outros. Informamos que estamos atendendo das 7 às 13 horas de segunda a sexta-feira e com o plantão 24 horas através do telefone (67) 99963-1056.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.