Polícia investiga segundo caso de suspeita de estupro de aluno do Colégio Magnum, em BH

Correio do Pantanal

7 out 2019 às 10:53 hs
Polícia investiga segundo caso de suspeita de estupro de aluno do Colégio Magnum, em BH

Boletim de ocorrência foi registrado neste domingo (6). Polícia já investigava outra denúncia.

Por G1 Minas — Belo Horizonte

Fachada do Colégio Magnum Agostiniano, em Belo Horizonte — Foto: Redes Sociais

Fachada do Colégio Magnum Agostiniano, em Belo Horizonte — Foto: Redes Sociais

A Polícia Civil investiga um segundo caso de suspeita de estupro de um aluno dentro do Colégio Magnum Agostiniano, em Belo Horizonte. O boletim de ocorrência foi registrado neste domingo (6).

De acordo com a corporação, a mãe de um menino de 3 anos procurou a corporação para fazer a denúncia. O suspeito é um rapaz de 25 anos que é ajudante de professor.

A polícia investiga um primeiro caso de um outro menino de 3 anos que teria sido abusado sexualmente. As diligências são feitas desde o dia 2 de outubro.

Em nota, o Colégio Magnum informou que foi comunicada oficialmente somente de um fato, o qual motivou a reunião realizada com os pais na manhã desta segunda-feira. Na ocasião, uma mãe mencionou ter feito um boletim de ocorrência na noite deste domingo. Diante da informação, a escola irá conversar com a família.

Ainda segundo o comunicado, a gestão está elaborando um pacote de medidas de acolhimento aos pais e alunos que será divulgado ainda nesta segunda.

“A instituição reforça que acredita e defende o princípio da justiça e apoia as autoridades competentes para que a verdade seja revelada”, informou a nota.

Reunião

Uma reunião entre pais de alunos e a direção Colégio Magnum Agostiniano foi realizada nesta segunda-feira (7) na escola.

O motivo foi a primeira denúncia de estupro sofrido por um aluno de 3 anos que teria sido abusado dentro da escola por um ajudante de professor.

A assessoria de imprensa da escola informou à TV Globo nesta segunda que não vai se manifestar.

Primeiro caso

Ajudante de professor é suspeito de estuprar menino de 3 anos dentro de escola em BH

Ajudante de professor é suspeito de estuprar menino de 3 anos dentro de escola em BH

A Polícia Civil já investigava uma suspeita de estupro dentro do Colégio Magnum. De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na última quarta-feira (2), o abuso sexual foi no dia 28 de setembro.

A mãe do garoto, de 45 anos, procurou a polícia e disse que o filho foi vítima de um ajudante de professor da escola, de 25, onde a criança estuda, e que a direção da instituição sabe do fato.

Ainda segundo a mulher, o filho estava tentando beijar a boca dela, atitude que não é comum entre os dois. Ela então perguntou ao menino quem o ensinou a beijar e a criança respondeu que foi o ajudante da escola.

Entrada principal do Colégio Magnum Agostiniano — Foto: Herbert Cabral/TV Globo

Entrada principal do Colégio Magnum Agostiniano — Foto: Herbert Cabral/TV Globo

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: