Chile diz que receberá final da Libertadores, mas ‘não a qualquer custo’
  • No Banner to display

  • celular

Correio do Pantanal

29 out 2019 às 17:41 hs
Chile diz que receberá final da Libertadores, mas ‘não a qualquer custo’

VEJA

Palco da final única deste ano será no Estádio Nacional de Santiago, no Chile (Conmebol/Divulgação)

O presidente da federação chilena de futebol, Sebastián Moreno, confirmou nesta terça-feira, 29, o novo adiamento da 25ª rodada do campeonato nacional, devido às manifestações violentas em todo o país contra o aumento da tarifa do metrô. O mandatário do futebol chileno, entretanto, ressaltou o desejo da Conmebol de cumprir o acordo e realizar a final única da Libertadores, entre River Plate e Flamengo, no dia 23 de novembro, em Santiago.

“A Conmebol está permanentemente informada sobre a situação no Chile. Há um contingente da entidade em Santiago. O presidente Alejandro Domínguez já ratificou que a final será realizada aqui. É importante que se jogue a partida, mas eles também precisam estar informados sobre o que acontece no país”, declarou, em coletiva.

Os protestos foram responsáveis pela suspensão da Copa América de futsal, marcada para o dia 23 de outubro, na cidade chilena de Los Ángeles. Os confrontos entre manifestantes e membros da polícia e exército diminuíram nos últimos dias, mas a federação chilena confirmou que ainda não há condições para o retorno do futebol no país, apesar da relativa proximidade da decisão da Libertadores.Veja também

“O futebol faz parte da engrenagem social do país e não estamos alheios ao que se vive no Chile. Estamos conversando com as autoridades e eles nos disseram ontem que ainda não há condições para retomar o campeonato chileno neste final de semana. Entendendo isso e suspendemos a rodada. A avaliação é permanente e retomaremos o futebol quando tivermos condições, mas não a qualquer custo”, finalizou Moreno.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: