Verdureiro encontra carteira com R$ 18 mil em dinheiro, cheques e devolve

Correio do Pantanal

17 fev 2018 às 08:59 hs
Verdureiro encontra carteira com R$ 18 mil em dinheiro, cheques e devolve
Na carteira havia em torno de R$ 400 reais em dinheiro e R$ 17.454,00 reais em cheque (InfocoMS)

O vendedor de verduras Carlos Roberto Santana, mais conhecido como “Carlito Verdureiro”, encontrou uma carteira contendo aproximadamente R$ 18 mil reais e devolveu ao dono. O caso aconteceu na manhã desta sexta-feira (16) em Camapuã, cidade a 145 quilômetros de Campo Grande.

Carlito encontrou a carteira na Rua Pedro Celestino, próximo ao seu ponto de venda de verduras. Dentro da carteira, ele encontrou um número de telefone junto com os documentos, dinheiro, cheques e ligou para o dono.

O dono da carteira, um empresário da cidade disse ao site InfocoMS, que saiu de seu escritório em uma moto sentido centro e não lembrou que tinha deixado a carteira na parte de trás do banco, de onde ela caiu. Após transitar pela cidade, ele percebeu que não estava com ela e retornou para seu escritório procurando pelo caminho.

Na carteira havia em torno de R$ 400 reais em dinheiro e R$ 17.454,00 reais em cheque, além de vários cartões de banco, documentos pessoais e documentos de veículos. O empresário chegou a postar em rede social que havia perdido a carteira e deixou um número de celular na postagem.

Carlito então entrou em contato com o empresário, disse que havia encontrado a carteira e era para ele ir buscá-la. O verdureiro também contou que viu o momento em que a carteira caiu banco da moto em frente seu ponto de vendas de verduras, gritou para o motociclista, mas sem sucesso.

Ao encontrar com Carlito e pegar a carteira, o empresário agradeceu muito, tentou recompensá-lo, mas Carlito não queria aceitar, disse que só fez o que deveria fazer, devolver. O dono da carteira então insistiu e colocou uma recompensa em seu bolso.

O verdureiro conta que não é a primeira vez que encontra uma carteira na rua e devolve ao dono. Ano passado ele disse que viu uma próximo a ponte do Rio Camapuã, ligou em um número que tinha dentro dela e informou ao dono, que estava com a esposa no hospital. Outra vez ele encontrou uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação), perguntou às pessoas da cidade até encontrar o dono, e devolver ao jovem tinha acabado de retirá-la no Detran .

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: