Trump alerta que crise da Coreia não terminou

Correio do Pantanal

23 abr 2018 às 08:40 hs
Trump alerta que crise da Coreia não terminou

Presidente dos EUA diz que há um longo caminho a percorrer, mas reclama mérito pelos avanços.

 

Correio da Manhã,

 

Um dia depois de saudar o anúncio da Coreia do Norte de que vai suspender todos os testes nucleares e de mísseis, o presidente dos EUA, Donald Trump, mostrou-se este domingo mais cauteloso e afirmou que ainda falta muito para a crise estar encerrada. “Estamos muito longe de uma conclusão na Coreia do Norte. Talvez as coisas funcionem, ou talvez não, só o tempo dirá… Mas o trabalho que estou a fazer agora já devia ter sido feito há muito tempo”, escreveu Trump no Twitter. Esta maior prudência surge depois de, no sábado, o presidente dos EUA ter classificado o anúncio como “muito boas notícias para o Mundo” e como “um grande progresso”. O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, principal responsável pelo desanuviamento, falou de “um grande passo” para a desnuclearização. Na próxima sexta-feira, Jae-in reúne–se com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. O encontro, durante o qual deverá ser firmado um acordo de paz formal para pôr fim à guerra entre os países vizinhos, que perdura desde a trégua de 1953, antecede a reunião histórica entre Jong-un e Trump, que deverá ter lugar no final de maio ou início de junho. O encontro dos líderes das Coreias decorrerá no lado sul-coreano da vila de Panmunjom, na zona desmilitarizada que divide os dois países, pelo que Jong-un será o primeiro líder da Coreia do Norte a ‘visitar’ a Coreia do Sul desde a guerra de 1950-1953. Apesar do otimismo geral, os analistas lembram que a Coreia do Norte já antes prometeu congelar o programa nuclear para depois violar os compromissos. Acresce que Jong-un não anunciou a destruição do arsenal de armas nucleares e dos mísseis que o país já possui. O que Kim disse foi que o seu país terminou os testes necessários e pode agora concentrar atenções no desenvolvimento económico.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: