Trio é preso depois de, pelo menos, sete assaltos em farmácias

Correio do Pantanal

19 jul 2019 às 22:43 hs
Trio é preso depois de, pelo menos, sete assaltos em farmácias

Roubos ocorreram nos meses de maio e junho em quatro bairros da Capital

Kerolyn Araújo e Mirian Machado – Campo Grande News
Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça: Trio é preso depois de, pelo menos, sete assaltos em farmácias – Capital0:00100%Audima
Trio é suspeito de cometer pelo menos sete roubos na Capital. (Foto: Henrique Kawaminami)Trio é suspeito de cometer pelo menos sete roubos na Capital. (Foto: Henrique Kawaminami)

Três homens suspeitos de cometerem pelo menos sete roubos em farmácias da Capital foram presos. Os assaltos ocorreram nos meses de maio e junho deste ano.

Conforme o delegado Fábio Brandalise, da Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos), foram presos Leonardo Lopes da Silva, 20 anos, Jhonny Cleiton Gomes Miguel, 20 anos, e Luiz Fernando Ferreira dos Santos, 22 anos. Leonardo era o responsável por levar os comparsas aos locais dos assaltos.

Segundo Fábio, Leonardo era dono e piloto de uma motocicleta Honda Fan 160 e de uma arma de fogo utilizadas nos assaltos. Com Jhonny, Leonardo realizou um assalto no dia 11 de maio em uma farmácia na Vila Morumbi e outro no dia 19 do mesmo mês em um estabelecimento na Avenida Júlio de Castilho. Com Luiz Fernando foram cinco assaltos em junho no Morumbi, Colibri e Vilas Boas.

A polícia ainda está investigando se Jhonny e Luiz Fernando possuem alguma ligação, mas a suspeita é de que o mentor dos assaltos seja Leonardo. ”Só como piloto, ele poderia acreditar que correria menos risco já que não descia da motocicleta, não entrava nos locais, não tinha contato com clientes”, explicou o delegado.

Os três já possuem passagem pela polícia por roubo. Não há informação do valor roubado das farmácias nos sete assaltos.O trio segue preso na Derf.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: