TRF-1 confirma absolvição de Delcídio em ação sobre tentativa de atrapalhar delação de Cerveró

Correio do Pantanal

2 jul 2019 às 05:18 hs
TRF-1 confirma absolvição de Delcídio em ação sobre tentativa de atrapalhar delação de Cerveró

Por Mariana Oliveira e Rosanne D’Agostino, TV Globo e G1 — BrasíliaO ex-senador Delcídio do Amaral — Foto: Leandro Abreu/G1MS

 

 

 

 

 

O ex-senador Delcídio do Amaral — Foto: Leandro Abreu/G1MS

A Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) confirmou nesta segunda-feira (1º) a absolvição do senador cassado Delcídio do Amaral e de mais quatro pessoas acusadas de tentar atrapalhar a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Os desembargadores rejeitaram um recurso do Ministério Público Federal que pedia a condenação de Delcídio e mais quatro pessoas por embaraço a investigação de organização criminosa, ou seja, obstrução de Justiça.

O recurso não envolvia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o empresário André Esteves porque o próprio MPF já havia pedido a absolvição deles por falta de provas na primeira instância.

Em julho do ano passado, o juiz da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, Ricardo Leite, absolveu os sete por falta de provas. Ele considerou que as acusações do Ministério Público se baseavam apenas em palavras de delatores e que não havia prova suficiente do cometimento de crime.

A denúncia

egundo a denúncia do Ministério Público Federal, Bernardo Cerveró, filho de Nestor, fez uma gravação em que o ex-senador Delcídio do Amaral prometia ajuda financeira de R$ 50 mil mensais para a família do ex-executivo da Petrobras e honorários de R$ 4 milhões para o advogado Édson Ribeiro, que, até então, comandava a defesa de Cervero.
ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: