Trabalhador terceirizado da CCR morre atropelado por caminhonete em rodovia de MS

Correio do Pantanal

15 fev 2018 às 08:12 hs
Trabalhador terceirizado da CCR morre atropelado por caminhonete em rodovia de MS

Acidente aconteceu na BR-163. Vítima estava atravessando a pista para pegar o almoço no momento em que foi atingida, segundo a polícia.

Motorista da caminhonete seguia para Campo Grande quando atropelou o funcionário (Foto: Rodrigo Rodrigues Flauzino da Silva/Nova Alvorada News)

Motorista da caminhonete seguia para Campo Grande quando atropelou o funcionário (Foto: Rodrigo Rodrigues Flauzino da Silva/Nova Alvorada News)

Um homem de 42 anos morreu atropelado, no fim da manhã desta quarta-feira (14), enquanto atravessava a BR-163, em Nova Alvorada do Sul (MS). Ele é trabalhador terceirizado de empresa que presta serviços à CCR MSVia, concessionária que administra a rodovia no estado, e estava no horário de almoço no momento do acidente, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Conforme o boletim de ocorrência, o motorista da caminhonete, de 48 anos, seguia de Nova Alvorada do Sul a Campo Grande quando atropelou a vítima. Ele disse aos policiais que perdeu a atenção na estrada quando ficou olhando para um veículo da empresa terceirizada da concessionária.

A PRF informou ao G1 que o funcionário estava no trecho da rodovia a trabalho. Porém, ele estava em horário de almoço e atravessou a pista para pegar a refeição quando foi atropelado. O homem morreu no local. Quanto ao motorista da caminhonete, a polícia disse que ele foi até Nova Alvorada do Sul para prestar depoimento.

Por meio da assessoria, a CCR MSVia informou que não vai se manifestar sobre o acidente. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil como homicídio culposo na direção de veículo automotor.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: