Preso braço direito do PCC ligado a mandante da execução de advogado

Correio do Pantanal

6 set 2018 às 09:29 hs
Preso braço direito do PCC ligado a mandante da execução de advogado

‘Bra do PCC’ havia sido condenado por tráfico e estava foragido

RENAN NUCCI

A Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco) prendeu ontem à tarde, em Campo Grande, Braz Edson Nunes Avila, de 33 anos, condenado pelo crime de tráfico de drogas e que estava foragido da justiça. Ele é ligado à facção criminosa Primeiro Comando da Capital, tanto que é conhecido pelo apelido de Bra do PCC.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi localizado em campo de futebol no Jardim Centenário. Ele seria braço direito de Paulo Eduardo Nepomuceno Alves, o Peréu do PCC, preso da Penitenciária de Segurança Máxima no Jardim Noroeste, envolvido com tráfico e responsável por ordenar a execução do advogado Willian Maksoud.

Registros indicam que Peréu teria fornecido as armas usadas para matar o advogado criminalista, após solicitação feita pelo PCC em decorrência da transferência frustrada para Campo Grande de Júlio César Camacho, irmão de Marcos Willian Herbas Camacho, conhecido como Marcola, apontado como chefe da facção.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: