Preço médio de imóveis acumula queda de 0,29% em 2018, diz FipeZap

Correio do Pantanal

5 set 2018 às 10:38 hs
Preço médio de imóveis acumula queda de 0,29% em 2018, diz FipeZap

Em 12 meses, a queda nominal é de 0,32%. Considerando a inflação, preço médio de venda tem queda real de 4,42% em 1 ano.


Por G1

centro, sp, são paulo, prédios, imóveis (Foto: Fábio Tito/G1)

centro, sp, são paulo, prédios, imóveis (Foto: Fábio Tito/G1)

O preço médio dos imóveis residenciais ficou praticamente estável em agosto, segundo dados do índice FipeZap divulgados nesta quarta-feira (5). O indicador monitora o comportamento dos preços anunciados para venda de apartamentos em 20 cidades brasileiras. Na passagem de julho para agosto, a variação média ficou em -0,06%.

No acumulado no ano, a queda nominal (sem considerar a inflação) é de 0,29%. Em 12 meses, os preços recuaram 0,32%.

Considerando a inflação esperada de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPC-A (2,94% até agosto e 4,29% nos últimos 12 meses), o preço médio de venda residencial recuou 3,14% no acumulado até agosto, e diminuiu 4,42% em 1 ano.

Nos últimos 12 meses, 11 das 20 cidades pesquisadas apresentaram queda nominal no preço, com destaque para Rio de Janeiro (-4,24%), Niterói (-3,30%) e Santos (-2,07%). Já as maiores variações foram registradas em São Caetano do Sul (2,94%), Vitória (2,37%) e Goiânia (2,33%) e São Paulo (1,98%). Nas 20 cidades monitoradas, entretanto, a variação de preço foi inferior à inflação acumulada no período.

Queda real de 18,92% desde 2015

Segundo o FipeZap, os preços dos imóveis vem variando abaixo da inflação desde janeiro de 2015. Em 44 meses, a variação nominal foi de apenas 1,07% no período, enquanto o IPCA (IBGE) apresentou alta de 24,66%. Ou seja, em 3 anos e meio, o índice acumula uma queda real de 18,92%.

Preço médio do metro quadrado por cidade (Foto: Divulgação/Preço FipeZap)

Preço médio do metro quadrado por cidade (Foto: Divulgação/Preço FipeZap)

Preço do metro quadrado

Em agosto, o valor médio de venda foi de R$ 7.529/m². Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o metro quadrado mais elevado do país (R$ 9.494), seguida por São Paulo (R$ 8.7967) e Distrito Federal (R$ 7.788). Já as cidades monitoradas com menor valor médio de venda residencial por m² foram Contagem (R$ 3.511), Goiânia (R$ 4.164) e Vila Velha (R$ 4.692)

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: