Polícia do Paraguai mata 5 homens na fronteira com o Brasil; ação foi autorizada pelo presidente paraguaio

Correio do Pantanal

3 maio 2019 às 06:06 hs
Polícia do Paraguai mata 5 homens na fronteira com o Brasil; ação foi autorizada pelo presidente paraguaio

Por G1 MS


Armas, celulares e munições foram apreendidas pela polícia paraguaia  — Foto: Polícia Paraguaia/divulgação Armas, celulares e munições foram apreendidas pela polícia paraguaia  — Foto: Polícia Paraguaia/divulgação

Armas, celulares e munições foram apreendidas pela polícia paraguaia — Foto: Polícia Paraguaia/divulgação

Cinco homens foram mortos pela polícia paraguaia na manhã desta quarta-feira (1) durante uma operação em uma fazenda no distrito Piray, no estado de Amambay, na fronteira com o Brasil em Mato Grosso do Sul. Outros seis homens foram presos e um ficou ferido.

De acordo com o ministro do Interior do Paraguai, Juan Ernesto Villamayor, pelo menos 25 policiais deslocaram-se até a propriedade para investigar um sequestro e o tráfico de drogas. Os agentes teriam sido recebidos a tiros pelo grupo que estava no local.

O ministro ainda informou que os envolvidos têm ligação com uma facção criminosa brasileira, e que a ação foi autorizada há 10 dias pelo presidente Mario Abdo Benítez. Na fazenda foram encontrados e apreendidos celulares, comunicadores, computadores, munições, pistolas e rifles.

Propriedade invadida pela polícia paraguaia  — Foto: Polícia Paraguaia/divulgação Propriedade invadida pela polícia paraguaia  — Foto: Polícia Paraguaia/divulgação

Propriedade invadida pela polícia paraguaia — Foto: Polícia Paraguaia/divulgação

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: