PF prende quatro suspeitos de produzir e distribuir ecstasy

Correio do Pantanal

17 out 2018 às 09:58 hs
PF prende quatro suspeitos de produzir e distribuir ecstasy

Por José Vianna, RPC Curitiba e G1 PR


Operação da PF foi deflagrada nesta quarta-feira (17) — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Operação da PF foi deflagrada nesta quarta-feira (17) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal (PF) prendeu, na manhã desta quarta-feira (17), quatro suspeitos de produzir e distribuir ecstasy para vários estados do Brasil. As prisões ocorreram em Curitiba e na Região Metropolitana.

Um dos presos, segundo a PF, é um estudante da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A operação foi batizada de “Hipster”, em alusão ao universitário.

Além das quatro prisões – que são temporárias – , houve o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão.

Os presos foram levados para a Superintendência da PF, na capital paranaense. Lá, ficam à disposição da Justiça.

De acordo com a PF, se condenados, eles podem ter penas com mais de 20 anos de prisão.

Operação da PF foi batizada de 'Hipster', em alusão a um dos alvos — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Operação da PF foi batizada de ‘Hipster’, em alusão a um dos alvos — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Investigação

Durante os dois meses de investigação, a PF identificou o envio de – pelo menos – 80 envelopes e da movimentação de recursos financeiros na conta corrente de um dos suspeitos.

A movimentação, conforme a PF, passou de R$ 500 mil em um período de dez meses.

A investigação começou a partir de informações que a PF recebeu sobre a compra de uma prensa para a produção de drogas e sobre o envio de comprimidos de ecstasy em uma agência dos Correios de Curitiba.

O órgão que combate às drogas nos Estados Unidos, o Drug Enforcement Administration (DEA), ajudou com as informações, segundo a PF.

Presos são suspeitos de produzir e distribuir ecstasy — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Presos são suspeitos de produzir e distribuir ecstasy — Foto: Polícia Federal/Divulgação
ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: