“O Chamado”

Correio do Pantanal

8 fev 2019 às 16:36 hs
“O Chamado”

PALAVRA  – Evangelho Lucas 5:1-11

1E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré; 2E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. 3E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão. 4E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. 5E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. 6E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se lhes a rede. 7E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique. 8E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador. 9Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito. 10E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens. 11E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram.

MENSAGEM – Ao longo da história, Deus sempre chama pessoas e as envia para realizar os seus planos. As Leituras bíblicas nos falam de TRÊS CHAMADOS: Na 1ª Leitura, temos o Chamado de ISAÍAS.  (Is 6,1-8) Deus se revelou a ele, quando estava em oração no templo. Inicialmente, ele se sente pequeno e indigno. Prefere continuar no seu cantinho cômodo, sem se comprometer. Um anjo lhe toca os lábios com uma brasa, purificando-o para a missão. Deus então pergunta: “Quem vou enviar?” Isaías, sensível ao apelo de Deus, aceita: “Eis-me aqui, envia-me”. Vemos aqui os PASSOS DA VOCAÇÃO: A iniciativa é sempre de Deus. A primeira reação é sempre a mesma: “não sou capaz”. “Não sou digno”. Mas quando nos colocamos numa atitude de disponibilidade, Deus nos purifica e fortalece, e acabamos dando conta do recado. Na 2ª Leitura, PAULO conta o seu Chamado. (1 Cor 15,1-11) Ele se considera o “último” dos apóstolos… como um “abortivo”. Mas no encontro com Cristo a caminho de Damasco, responde: “Senhor, que queres que eu faça?” No Evangelho temos o Chamado dos Primeiros APÓSTOLOS. (Lc 5,1-11) Jesus na Barca de Pedro fala ao povo… e depois os convida a pescar… Pedro confia na sua palavra e acontece a pesca milagrosa… Pedro também se sente indigno… Jesus convida: “Doravante serás pescador de gente.” E eles aceitam o convite: “Largam tudo e o seguem…” O texto apresenta uma Catequese sobre: O QUE É SER CRISTÃO. É ESTAR com Jesus “no mesmo barco”. É desse barco (a comunidade cristã), que Jesus fala ao mundo. É ESCUTAR a proposta de Jesus, fazer o que ele diz, mesmo quando suas propostas podem parecer ilógicas e incoerentes. “Porque tu o dizes, lançarei as redes”. É RECONHECER Jesus como “o SENHOR”: É o que Pedro faz, ao perceber que a proposta de Jesus gera vida e fecundidade para todos. É ACEITAR a missão que Jesus propõe: Ser pescador de gente: Significa continuar a obra libertadora de Jesus. É DEIXAR tudo e seguir Jesus. A generosidade e o dom total devem ser sinais distintivos dos que o seguem. O texto é rico de outros detalhes: Jesus proclama a Palavra da Barca de Pedro: Essa barca representa a comunidade cristã. (Jesus foi expulso da sinagoga) Embora ocupada por pecadores, é dessa barca que ecoou a voz de Deus. O Anúncio da Palavra acontece num dia de semana: no ambiente de trabalho, sem ser no sábado… A Palavra de Deus deve ser anunciada sempre e em todos os lugares… “Avança para águas mais profundas”… É o convite para os novos pescadores superarem a rotina da ação pastoral, sempre agarrada às margens que não dão mais peixe! Precisa buscar sempre um novo jeito de “pescar”. É Pedro quem conduz a barca para o lugar indicado… e a ele Jesus diz: “Serás pescador de homens…” A ele é confiado um ministério especial na Igreja, que navega nos mares da história… A Pesca milagrosa não é resultado da habilidade de Pedro, mas da força da Palavra de Deus. Por que muito trabalho não produz fruto? Em nome de quem estamos pescando? A Missão é ser pescador de gente: Jesus escolhe pessoas simples para uma missão tão importante… Deus não olha tanto as qualidades humanas… mas a generosidade… Essa Missão é confiada a toda a Comunidade, apesar de suas limitações. Deus só espera a disponibilidade em acolher o seu convite e deixar tudo… Todos somos chamados por Deus a sermos profetas como Isaías, e pescadores de homens como Pedro. O chamado pode chegar até nós através do padre… da comunidade… Vocês não imaginam como é difícil essa missão de convidar! “Quem poderia, não aceita… e quem aceitaria, a comunidade não aprova!…” Qual é a nossa Resposta?  Acolhemos com a generosidade… de Isaías: “Eis-me aqui… envia-me…” de Paulo: “Senhor, que queres que eu faça?” dos primeiros Apóstolos: “Largaram tudo e o seguiram” Às vezes, esquecendo que somos pecadores, podemos confiar demais em nós, ou então não confiar em nós e na ação de Deus em nós. Se confiarmos na força da Palavra de Deus e tivermos a coragem de deixar tudo, a pesca milagrosa continuará acontecendo, ainda hoje… Cristo ainda hoje precisa de pescadores de gente. Ele pode contar com você? Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa – 10.02.2019

 

 

 

NOTÍCIAS DIOCESANAS

  • O Encontro Diocesano de Secretárias que iria acontecer dia 11 de fevereiro, foi transferido para 11 de março
  • 15 a 17 de fevereiro – Encontro Diocesano de Catequese (Emaús)
  • 18 e 19 de fevereiro – Encontro Regional (Campo Grande)
  • 19 de fevereiro – Dom Antonino, em Brasília, reunião da Comissão Comunhão e Partilha
ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: