Motociclista bêbado foge ao ser abordado em MS e diz que estava ‘sem freio e sem CNH’, diz polícia

Correio do Pantanal

21 abr 2018 às 12:39 hs
Motociclista bêbado foge ao ser abordado em MS e diz que estava ‘sem freio e sem CNH’, diz polícia

Polícia iniciou abordagem na região da antiga rodoviária ao apurar roubo a um pedestre. Outras três pessoas foram levadas para a delegacia.

 

G1 MS,

A Polícia prendeu dois homens após roubo a um pedestre e iniciou uma perseguição a mais duas pessoas, durante a madrugada deste sábado (21), após rondas na região da antiga rodoviária, em Campo Grande. Ao G1 o delegado Enilton Zalla, plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro, disse que o piloto da moto estava embriagado e alegou que tentou fugir por estar “sem freio e sem habilitação”.

“Ele tentou fugir e também entrou na contramão da avenida”, explicou o delegado. Os policiais se deslocaram até a região após a denúncia de um pedestre, que havia sido roubado por volta das 2h (de MS). Duas pessoas foram presas e levadas para a delegacia, sendo que repassaram as possíveis características dos receptadores dos objetos da vítima.

Ao retornar para o local, os policiais da Força Tática encontraram grande concentração de usuários e traficantes e abordaram o motociclista no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua Joaquim Nabuco. O homem recebeu ordem para descer do veículo, porém não respeitou e ainda fugiu na contramão.

Conforme a polícia, ele deu uma “arrancada brusca e colocou outros motorista em risco, fugindo em alta velocidade e ainda fazendo zigue-zagues na pista. Os policiais conseguiram fazer a prisão na rua General Osório, quando colidiram com o suspeito que freou bruscamente. Uma testemunha presenciou a ação policial e inclusive as inúmeras ordens de parada ao suspeito, que quase teve o seu carro atingido pelo motociclista.

O motociclista e o passageiro foram presos. O piloto realizou o teste do bafômetro e a embriaguez foi constatada. Já o veículo foi encaminhado ao pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS). O caso foi registrado como desobediência e conduzir veículo sob dependência de álcool.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: