Lula declara património de 1,8 milhões de euros

Correio do Pantanal

16 ago 2018 às 10:34 hs
Lula declara património de 1,8 milhões de euros

Dos oito candidatos que informaram os seus rendimentos, o antigo presidente é o segundo mais rico. Muito atrás do banqueiro João Amoêdo e à frente de Bolsonaro

No total, 13 candidatos concorrem ao Planalto em outubro mas só oito deram informações sobre património.

A maior parte do património de Lula – 78,5% – resulta de um fundo de previdência privada. Da declaração constam ainda apartamentos, terrenos e automóveis.

O candidato mais rico é, de longe, o ex-banqueiro João Amoêdo, do Partido Novo, com fortuna líquida superior a 425 milhões de reais, ou seja, perto de 100 milhões de euros. Jair Bolsonaro (PSL) declarou o equivalente a 500 mil euros, Ciro Gomes (PDT) a 400 mil euros e Geraldo Alckmin (PSDB) a 320 mil euros.

Em São Paulo

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: