Lula da Silva não usufruiu do direito de passar duas horas ao ar livre

Correio do Pantanal

10 abr 2018 às 09:17 hs
Lula da Silva não usufruiu do direito de passar duas horas ao ar livre

EPA/SEBASTIAO MOREIRA

“Ele não apanhou sol e aproveita o tempo para ler”, disse o advogado de defesa Cristiano Zanin Martins à saída da visita. A única que o ex-presidente pode receber

Preso há dois dias, a visita do advogado de defesa é a única que Lula da Silva pode receber, para já. Na Superintendência da Polícia Federal do Paraná os detidos apenas podem receber visitas às quartas-feiras, com exepção feita aos advogados que os podem ver todos os dias.

Assim, o ex-presidente tem muito tempo para matar.

Segundo a Folha de S. Pauloà saída da visita, que durou duas horas, Cristiano Zanin Martins revelou como está o cliente: “Ele ficou bastante contente com a vitória do Corinthias [venceu o Palmeiras, em casa, em jogo a contar para o campeonato brasileiro] neste domingo”.

Para além disso, não usufriu das duas horas de liberdade, ao sol, que a penitenciária permite, tendo aproveitado o tempo “principalmente para ler”. Neste momento, está a braços com A Elite do Atraso, de Jessé Souza.

A defesa continua a acreditar que a ordem de detenção vai ser anulada. “Estamos vendo tudo isso. Embora aguardemos a revogação desta ordem de prisão”.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: