Indígenas interditam ponte na entrada de Mato Grosso do Sul

Correio do Pantanal

25 mar 2019 às 11:37 hs
Indígenas interditam ponte na entrada de Mato Grosso do Sul

É uma manifestação pacífica contra a municipalização da saúde

MARESSA MENDONÇA

Ao menos 100 indígenas interditaram a Ponte Ayrton Senna, divisa de Estado Paraná com Mato Grosso do Sul em protesto contra a municipalização do tratamento de saúde deles. Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram ao local.

Conforme as informações preliminares divulgadas pela PRF, a interdição total da pista ocorreu por volta das 6h45, quando os indígenas chegaram ao local. O bloqueio ocorre no Km-350 da BR-163, em Guaíra (PR). A manifestação é pacífica.

O MOTIVO

A municipalização da saúde indígena é resultado de uma Medida Provisória 870/2019, que modificou a política indigenista brasileira. Desde então, as lideranças temem pelo aumento da vulnerabilidade das população indígenas.

Atualmente, o atendimento médico dos indígenas é responsabilidade do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena, criado pela Lei 9836/1999, e mantido com recursos da União.

O temor é que a municipalização resulte no desmantelamento deste sistema e na pulverização do atendimento de saúde dos índios, com prejuízo para essas populações. (Com agências)

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: