Governo amplia linha de crédito para agricultores de MS

Correio do Pantanal

13 jul 2019 às 07:27 hs
Governo amplia linha de crédito para agricultores de MS

As novas linhas de crédito são para produtores atendidos pela Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural).

 Campo Grande
Reinaldo assina linha de crédito para produtores (Foto: Chico Ribeiro)

O Governo de Mato Grosso do Sul e o Banco Sicredi firmaram parceria nesta sexta-feira (12) para ampliar a oferta de crédito rural aos pequenos e médios produtores do Estado.

O governador Reinaldo Azambuja e o presidente da cooperativa financeira em Campo Grande, Wardes Lemos, assinaram termo de cooperação técnica que financia projetos de investimentos e custeio agrícola e pecuário.

As novas linhas de crédito são para produtores atendidos pela Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural).

“É mais uma parceria que permite nós fazermos assistência técnica (…) fortalecendo ainda mais a disponibilidade do crédito rural para custeio, investimento, compra de insumos e equipamentos”, destacou o governador.

Mato Grosso do Sul conta com 70 mil agricultores familiares, segundo o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira Borges. As linhas de financiamento do Sicredi são mais opções para o trabalhador do campo. “Hoje já operamos pelo Banco do Brasil e agora podemos operar via Sicredi. Estamos dando possibilidade de o agricultor escolher com qual agente financeiro ele quer fazer sua operação”, afirmou.

O termo assinado tem vigência de cinco anos, podendo ser prorrogado. Conforme estabelecido no documento, o Governo do Estado, por meio da Agraer, deve executar o Programa de Conjugação de Assistência Técnica e Extensão Rural para a aplicação do crédito, dando orientações técnicas, apoio e toda a assistência necessária aos produtores que atuam na agricultura familiar em Mato Grosso do Sul.

A Assistência Técnica e Extensão Rural de que o termo trata será prestada à pessoas físicas e jurídicas, em nível de empreendimento, beneficiadas pelo crédito rural através de planos ou projetos elaborados pela Agraer, compreendendo orientação técnica e gerencial em nível de imóvel ou empresa.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: