Comentários racistas sobre futura mulher de Harry demitem líder de partido

Correio do Pantanal

18 fev 2018 às 08:32 hs
Comentários racistas sobre futura mulher de Harry demitem líder de partido

Henry Bolton

  |  REUTERS/HANNAH MCKAY

Afiliados do partido eurocético britânico votaram pela saída de Henry Bolton

O líder do partido eurocético britânico UKIP, Henry Bolton, foi demitido após uma votação em que os afiliados demonstraram falta de apoio no seguimento de comentários racistas da sua ex-companheira sobre a futura mulher do príncipe Harry, Meghan Markle.

Durante um encontro extraordinário realizado na cidade de Birmingham (no centro de Inglaterra), os afiliados do partido eurocético apoiaram um voto de censura para a sua destituição, com 867 votos a favor e 500 contra.

O UKIP tem agora 90 dias para escolher o novo líder do partido e, entretanto, escolherá um dirigente temporário para assumir estas funções.

O presidente do partido, Paul Oakden, anunciou que Henry Bolton “foi destituído por uma decisão democrática dos membros do partido”.

Em causa estão as mensagens escritas pela namorada de Henry Bolton, Jo Marney, que escreveu que Meghan Markle é negra e que vai “manchar” a família real britânica”.

O UKIP atravessa atualmente uma grave crise, com várias demissões de figuras relevantes, entre as quais a “número dois”, Margot Parker.

As demissões ocorreram em protesto contra a recusa de Bolton renunciar à liderança, após ver-se envolvido num escândalo provocado por mensagens de teor racista que a sua namorada terá proferido contra a futura mulher do príncipe Harry.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: