CNN divulga gravação em que Trump e advogado discutem pagamento sobre caso com ex-modelo da Playboy

Correio do Pantanal

25 jul 2018 às 07:36 hs
CNN divulga gravação em que Trump e advogado discutem pagamento sobre caso com ex-modelo da Playboy

História de Karen McDougal, que diz ter tido caso de 10 meses com presidente, foi comprada em 2016 pelo ‘National Enquirer’, mas nunca foi publicada. Em áudio, Michael Cohen afirma que eles ‘têm que pagar’ e Trump aparentemente sugere que usem dinheiro.

A ex-coelhinha da Playboy Karen Macdougal (Foto: Reprodução/Facebook/Karen MacDougal)

A ex-coelhinha da Playboy Karen Macdougal (Foto: Reprodução/Facebook/Karen MacDougal)

A CNN obteve nesta terça-feira (24) e exibiu no ar trechos de uma das gravações na qual Donald Trump discute com seu então advogado, Michael Cohen, o pagamento que fariam para comprar os direitos sobre a história de uma modelo que alega ter tido um caso com o presidente há mais de uma década.

Na gravação, feita em setembro de 2016 por Cohen, é difícil ter certeza se Trump sugere que o pagamento seja feito em dinheiro ou não seja feito.

Na última sexta, o jornal “The New York Times” já havia falado sobre a gravação, feita sem o conhecimento de Trump e encontrada pelo FBIdurante uma busca aos escritórios de Cohen, e mais tarde foi revelado que existiam 12 áudios.

O trecho exibido pela CNN se refere à história envolvendo a ex-modelo da Playboy Karen McDougal, que alega que manteve uma relação extraconjugal com Trump entre 2006 e 2007. O caso teria começado pouco depois de a primeira-dama, Melania Trump, dar à luz ao filho do casal, Barron Trump. O presidente nega.

McDougal vendeu a sua história ao tabloide “The National Enquirer” por US$ 150 mil nos últimos meses da campanha presidencial, em 2016. O acordo a obrigava a se manter em silêncio sobre o caso. A história não foi publicada.

O National Enquirer pertence à American Media, uma empresa cujo dono é David Pecker, um apoiador e amigo próximo de Trump, que teria concordado em não divulgar o caso e em vender ao presidente os direitos sobre a história.

“Eu preciso abrir uma empresa para a transferência de todas essas informações sobre o nosso amigo David”, diz Cohen na gravação exibida no programa “Cuomo Prime Time” da CNN. Em outro momento, quando fala “temos que pagar”, o advogado é interrompido por Trump, que diz “que financiamento?”.

O então candidato à presidência também é ouvido dizendo “pague com dinheiro”, mas como o áudio está abafado, não fica claro se ele sugere que o pagamento seja feito em espécie ou não seja feito, já que Cohen responde “não, não”.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: