Carro bomba explode em Mogadíscio e deixa mortos e feridos
  • Projetando

Correio do Pantanal

7 mar 2019 às 15:20 hs
Carro bomba explode em Mogadíscio e deixa mortos e feridos

Por G1


Fumaça é vista de longe após explosão que atingiu o centro de Mogadíscio, capital da Somália, nesta quinta-feira (7)  — Foto: Khadar Shire/ Reuters
Fumaça é vista de longe após explosão que atingiu o centro de Mogadíscio, capital da Somália, nesta quinta-feira (7) — Foto: Khadar Shire/ Reuters

Uma explosão, provocada por um carro-bomba, deixou cinco mortos e nove feridos nesta quinta-feira (7) no centro de Mogadíscio, capital da Somália, de acordo com a France Presse.

O ataque, que ocorreu próximo ao palácio presidencial, foi reivindicado pelo grupo terrorista Al-Shabab.

“A explosão foi muito forte e você podia ver a fumaça e a poeira cobrindo toda a área”, disse Ibrahim Farey, uma testemunha que estava próxima ao local.

O que é o Al-Shabab?

A organização extremista Al-Shabab é apontada pelo governo da Somália como responsável por uma série de ataques violentos. O grupo tem ligações com a Al-Qaeda, e age, em especial no Quênia, há anos.

A organização extremista chegou a controlar parte da Somália, mas foi expulsa das principais cidades que dominava no sul e no centro do país.

Ainda assim, o grupo permanece como uma ameaça em potencial ao governo local, que conta com o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas) e da União Africana (UA), e a países vizinhos.

Al-Shabab significa ‘A Juventude’ em árabe. O grupo surgiu como uma ala radical da hoje extinta União das Cortes Islâmica da Somália em 2006, enquanto combatia forças etíopes que invadiram o país para apoiar o fraco governo interino.

Nas áreas sobre seu controle, impôs uma versão rígida da sharia (lei islâmica), que inclui desde o apedrejamento até a morte das mulheres acusadas de adultério, passando pelo amputamento dos acusados de roubo.

ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do Jornal Correio do Pantanal. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.

%d blogueiros gostam disto: